É bom enfeitar o Natal

Pode parecer perfumaria, mas não é. O investimento que a Acipi (Associação Comercial e Industrial de Piracicaba), Unimed e a Sicoob Cocre, além da Prefeitura de Piracicaba, vão fazer enfeitando com luzes a Passarela Pênsil e elevador turístico Alto do Mirante é mais que embelezamento, é um estratégia de marketing para fazer o clima de Natal colocar consumidores nas ruas e atrair turistas para prestigiar a cidade. O Natal é a data mais importante para o comércio, seguida do Dia das Mães, considerado um segundo Natal. O projeto Luz & Arte, que chega à marca de uma década, é uma iniciativa que dá beleza para a cidade e mexe com a emoção de crianças e adultos. Vale destacar que estabelecimentos comerciais, com o Restaurante Sal&Grill, já iluminou sua entrada com arcos de luzes, que dão alegria e delicadeza ao espaço.

Neste ano na programação do Luz & Arte, a via Ágil colocar um ônibus iluminado e decorado levando os visitantes para passeios turísticos gratuitos. Outra atração será um Bondinho de Natal, um veículo também iluminado que transportará casais de Papais e Mamães Noéis para interagirem com a população, além disso, a Banda União Operária vai se apresentar com um repertório especial. Tudo isso, mais a beleza natural de Piracicaba, serão atrações agradáveis para famílias, consumidores e turistas em geral. Afinal, por mais que os presentes sejam importantes de desejados, ver a cidade se iluminando e enchendo de clima natalino é sempre uma experiência gostosa para crianças e adultos, um momento de se arrumar e sair de casa para andar nos corredores comerciais à noite ou no shopping.

As pessoas parecem ficar mais amáveis nesse período e dispostas a compartilhar seu sorriso e sua boa vontade, apesar do cansaço do excesso de trabalho e da correrias de compras, arrumação da casa e dezenas de festas. As missas ficam mais cheias e as entidades sociais recebem visitas e doações, que nem sempre se repetem durante o ano. Deixar a cidade mais bela com certeza mexe com humor das pessoas de forma positiva, ainda que o décimo terceiro salário seja curto, sempre dá vontade de comprar uma lembrancinha e fazer algo positivo. Não acho que só o marketing é capaz de fazer isso, algo maior nos mobiliza para pensar no que fizemos de bom e de ruim durante o ano e nos faz querer sermos melhores, mesmo que o pisca-pisca de nossa árvore tenha sido comprado ali mesmo no ching-ling da esquina.

(Alessandra Morgado)