,
Clique e
assine o JP
Televendas: 3428-4190
Classificados: 3428-4140
Comercial: 3428-4150
Redação: 3428-4170
Últimas notícias:
  • Emicida celebra a carreira e o bom momento do rap com a gravação do 1º DVD
  • Sequência de 'Animais Fantásticos e Onde Habitam' ganha data de estreia
  • Em DVD, a face roqueira de Gal Costa

Projeção para Selic no fim de 2018 cai de 8,75% ao ano para 8,50% ao ano
Agencia Estado
20/03/2017 11h03
  |      
ENVIAR     IMPRIMIR     COMENTE              
 
O mercado financeiro revisou o cenário para a trajetória do juro e prevê que o ciclo de afrouxamento realizado pelo Comitê de Política Monetária (Copom) será um pouco mais intenso em 2018. A pesquisa semanal do Banco Central concluída em 17 de março mostra que a mediana das previsões para o patamar do juro básico no fim deste ano seguiu em 9,00%. Para 2018, no entanto, a expectativa foi reduzida pela segunda semana seguida, de 8,75% para 8,50%. Há um mês, o mercado esperava Selic em 9,50% e 9%, respectivamente, para o fim de 2017 e 2018. No relatório Focus divulgado na manhã desta segunda-feira, 20, a expectativa de Selic média em 2017 caiu de 10,63% para 10,41%. Há um mês, a mediana da taxa média projetada para o ano era de 10,75%. Para 2018, a previsão de Selic média recuou de 9,00% para 8,75%, ante 9,00% de um mês antes. No grupo dos analistas que mais acertam as projeções no médio prazo, o chamado Top 5, a previsão para o patamar para a taxa Selic no fim de 2017 foi reduzida de 9,00% para 8,50%, ante 9,50% de um mês atrás. Para 2018, o Top 5 diminuiu a expectativa para o juro de 9,00% para 8,50%, ante 9,38% de um mês atrás. Abertura das previsões A abertura das previsões para o juro básico da economia nos próximos meses revela que já prevalece entre os analistas a aposta de que a taxa Selic será reduzida em 1 ponto porcentual nas próximas duas reuniões: abril e junho. Até a pesquisa Focus da semana passada, o mercado previa reduções de 0,75 ponto nesses dois meses. Com isso, o mercado antecipa o fim do ciclo e passa a prever o término dos cortes da taxa em outubro - e não mais em dezembro. Segundo a abertura dos dados, a mediana das previsões para o patamar do juro em abril caiu de 11,50% para 11,25% - o que indica redução de um ponto porcentual na próxima reunião. O mesmo fenômeno foi visto na expectativa para junho, que caiu de 10,75% para 10,25% - o que indica nova redução de um ponto. Para os meses seguintes, o mercado parece ainda ajustar as previsões. A mediana das expectativas para julho caiu de 10,00% para 9,63%. Nos meses seguintes, a previsão para o patamar do juro caiu de 9,50% para 9,25% em setembro e de 9,25% para 9% em outubro. Assim, o cenário indica expectativa de redução do juro de 0,62 ponto em julho, 0,38 ponto em setembro e 0,25 ponto em outubro. Como o BC normalmente faz movimentos com múltiplos de 0,25 ponto, é possível que a mediana passe por ajuste nos próximos dias. Com a redução prevista de 0,25 ponto, o ciclo seria encerrado em outubro e a taxa permaneceria estacionada em 9% em dezembro. Na pesquisa Focus da semana passada, o mercado previa que a última redução do atual ciclo seria em dezembro.
 
 
Voltar

Comentários

Nome:
E-mail:
Comentário:
 

  • Seja o primeiro a comentar