,
Clique e
assine o JP
Televendas: 3428-4190
Classificados: 3428-4140
Comercial: 3428-4150
Redação: 3428-4170
Últimas notícias:
  • Gretchen aproveita momento em alta e estreia reality show com sua família
  • 'Westworld' abre nova temporada com sangue
  • Com 'Despacito', 16 semanas no topo das paradas dos EUA, Luis Fonsi mudou o jogo

IBC-Br sobe 0,09% em fevereiro ante janeiro, com ajuste, revela BC
Agencia Estado
16/04/2018 11h00
  |      
ENVIAR     IMPRIMIR     COMENTE              
 
Após ceder 0,65% em janeiro (dado já revisado), a economia brasileira registrou leve alta em fevereiro de 2018. O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) avançou 0,09% em fevereiro ante janeiro, na série com ajuste sazonal, informou na manhã desta segunda-feira, 16, a instituição. O índice de atividade calculado pelo BC passou de 137,82 pontos para 137,95 pontos na série dessazonalizada de janeiro para fevereiro. Este é o maior patamar para o IBC-Br com ajuste desde dezembro do ano passado (138,72 pontos). A alta do IBC-Br ficou praticamente em linha com a mediana de 0,10 projetada pelos analistas do mercado financeiro consultados pelo Broadcast Projeções, que esperavam resultado entre -0,40% e +0,50%. Na comparação entre os meses de fevereiro de 2018 e fevereiro de 2017, houve alta de 0,66% na série sem ajustes sazonais. Esta série encerrou com o IBC-Br em 131,21 pontos em fevereiro, ante 130,35 pontos de fevereiro do ano passado. O indicador de fevereiro de 2018 ante o mesmo mês de 2017 mostrou desempenho abaixo do apontado pela mediana (+1,0%) das previsões de analistas do mercado financeiro ouvidos pelo Broadcast Projeções (-0,20% a +2,0% de intervalo). O patamar de 131,21 pontos é o melhor para meses de fevereiro desde 2015 (136,82 pontos). O IBC-Br acumulou alta de 1,80% em 2018 até fevereiro, informou o Banco Central. O porcentual diz respeito à série sem ajustes sazonais. Pela mesma série, o IBC-Br apresenta alta de 1,32% nos 12 meses encerrados em fevereiro. Conhecido como uma espécie de "prévia do BC para o PIB", o IBC-Br serve como parâmetro para avaliar o ritmo da economia brasileira ao longo dos meses. A previsão oficial do BC para a atividade doméstica em 2018 é de avanço de 2,6%, sendo que este número foi informado em março. Já o Ministério da Fazenda projeta PIB de 3,0% em 2018 e em 2019.
 
 
Voltar

Comentários

Nome:
E-mail:
Comentário:
 

  • Seja o primeiro a comentar