,
Clique e
assine o JP
Televendas: 3428-4190
Classificados: 3428-4140
Comercial: 3428-4150
Redação: 3428-4170
Últimas notícias:
  • Regina Volpato volta à TV aberta após 5 anos
  • As herdeiras do mundo da moda
  • Rio perde dois patrimônios de sua cultura

Educação prejudicada
Sabrina Franzol
03/10/2017 15h48
  |      
ENVIAR     IMPRIMIR     COMENTE              
 
E a novela continua. Estava marcada para ontem, conforme consta em matéria da edição de hoje do Jornal de Piracicaba, audiência no Ministério Público do Trabalho para tratar de assuntos relacionados ao acordo que levou à suspensão da recente greve de professores e funcionários da Unimep (Universidade Metodista de Piracicaba), entretanto, nenhum representante da universidade compareceu à sessão. A alegação à procuradora do trabalho Clarissa Ribeiro Schinestsck, por parte da instituição de ensino, foi que “a universidade não enviou representantes por entender que após apresentação de documentos, em 21 de setembro, estaria dispensada da participação no encontro”. Erro de interpretação, segundo a magistrada. Novo encontro, então, foi agendado para 18 de outubro, mas até lá...
 
Até lá, a educação continua sendo prejudicada. Sim, porque são inúmeras as reclamações de docentes e discentes da Unimep quanto ao funcionamento, aliás, o não funcionamento — da maneira como deveria ser, eficiente, de modo a propiciar condições para o desempenho de atividades —, da unidade educacional. Representantes dos professores e funcionários da universidade afirmam que o Instituto Educacional Piracicabano, mantenedor da Unimep, não está cumprindo com o que foi estabelecido no TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) firmado com o MPT. De acordo com a Adunimep (Associação dos Docentes da Unimep), a universidade não disponibiliza, por exemplo, materiais necessários para o trabalho. Além disso, professores e funcionários da Unimep dizem que as planilhas com informes de depósitos referentes ao FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) fornecidas pelo IEP não condizem com a realidade.
 
Como trabalhar ou estudar de forma prazerosa e sem preocupação em um local onde a tensão é constante? Muitas vezes, a atenção que deveria estar integralmente voltada aos ensinamentos dos professores acaba se perdendo em meio à intranquilidade das incertezas e o descontentamento diante das circunstâncias influencia, sobremaneira, no desempenho da aprendizagem. Fala-se tanto do poder da educação para a transformação do mundo, entretanto, o que vemos, na realidade, é que o cuidado dispensado a ela está muito aquém do que é preciso.
 
 
Voltar

Comentários

Nome:
E-mail:
Comentário:
 

  • Seja o primeiro a comentar

17/10/2017 14h24 André Thieful Insistência
10/10/2017 18h21 André Thieful Um sonho barrado
07/10/2017 10h00 André Thieful Ousadia