,
Clique e
assine o JP
Televendas: 3428-4190
Classificados: 3428-4140
Comercial: 3428-4150
Redação: 3428-4170
Últimas notícias:
  • Água escorre por ruas do bairro Verde há mais de 1 ano
  • Eleitores com cidadania italiana podem escolher representantes
  • Em 3 dias,Copla Campo projeta movimentar R$ 50 milhões em negócios

Grandiosa pequena arte
Sabrina Franzol
06/12/2017 16h55
  |      
ENVIAR     IMPRIMIR     COMENTE              
 
Caixas de palitos de fósforo são as protagonistas da 3ª Exposição Nacional Arte Sobre Caixa de Fósforos, a ser aberta hoje, às 16h30, na Casa do Povoador. Aquela mísera caixinha de cerca de 4,5 centímetros de comprimento e três de largura, comum no dia a dia das pessoas, principalmente quando se quer fogo, foi utilizada como base para trabalhos artísticos incríveis — incríveis, aqui, no sentido literal da palavra, de não ser possível acreditar.
 
Além de fotografias e pinturas com tinta a óleo e aquarela, as caixinhas estampam esculturas. Há, por exemplo, em cima de algumas caixas, a reprodução de uma árvore de Natal e de um casal de bailarinos. Ao todo, são 220 obras, confeccionadas por 88 verdadeiros mestres da arte em dimensões nada convencionais, provenientes de diversos Estados do país, como São Paulo — com participação de artistas de Piracicaba —, Rio de Janeiro, Paraná e Rio Grande do Sul.
 
Rosângela Camolese, titular da SemacTur (Secretaria Municipal da Ação Cultural e Turismo), Pasta responsável pela promoção da mostra, foi certeira em dizer que esta exposição “apresenta riqueza de detalhes que proporcionam o encanto em pequenas dimensões”. É exatamente isso. Difícil não maravilhar-se com as produções, que evidenciam a grandiosidade da imaginação do ser humano, como destacou em entrevista à reportagem do Jornal de Piracicaba o curador do evento, o artista plástico Odair Demarchi. Ele disse que “o exercício de criar em diferentes tamanhos é importante, pois muitos dos artistas pintam muros enormes, telas convencionais e, de repente, se deparam com as caixinhas, que estimulam a criatividade”.
 
Aplausos para a idealizadora da mostra de arte sobre caixa de fósforos em Piracicaba, a artista plástica Margarete Zenero, que em suas “navegações” na internet descobriu um grupo de pessoas que trabalhava com esta técnica em Brasília e, então, achou oportuno colocá-la na Noiva da Colina, já tão conhecida mundo a fora pela abundância de artistas ímpares nas mais variadas vertentes.
 
 
Voltar

Comentários

Nome:
E-mail:
Comentário:
 

  • Seja o primeiro a comentar

19/02/2018 16h15 Rodrigo Alves Aruk
16/02/2018 15h26 Rodrigo Alves A Unimep, de novo
14/02/2018 17h50 Sabrina Franzol Folia cultural
08/02/2018 16h13 Sabrina Franzol Seu Bairro