,
Clique e
assine o JP
Televendas: 3428-4190
Classificados: 3428-4140
Comercial: 3428-4150
Redação: 3428-4170
Últimas notícias:
  • Campanha do Agasalho movimenta escolas
  • Rosana Fessel, a Maria da Penha de Piracicaba
  • Moradores de rua abandonam o vício e tentam dar a volta por cima

Repercussão nacional
Da redação
16/05/2018 18h39
  |      
ENVIAR     IMPRIMIR     COMENTE              
 
Ontem foi um dia muito curioso. Um idoso de Piracicaba - que deve ser muito endinheirado - ofereceu um lance de R$ 2,2 milhões pelo triplex no Guarujá, cuja propriedade era atribuída ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Depois que deu o primeiro lance, anteontem, o idoso caiu em si e pediu para a empresa de leilões cancelar o lance, pois havia se arrependido. 
 
Na verdade, a intenção dele era comprar o imóvel com desconto, no segundo leilão, se nenhuma empresa desse lance no primeiro. Só que uma empresa de Brasília ofereceu o lance exigido e ficou com o imóvel. 
 
Assim que caiu em si, esse morador de Piracicaba desistiu do lance. Um funcionário do leiloeiro oficial, que pediu anonimato, confirmou toda a história para o repórter Beto Silva, como traz reportagem na edição de hoje. Como ele era idoso, o leiloeiro confirmou a desistência.
 
O fato gerou muitos comentários nas redes sociais, inclusive do Jornal de Piracicaba. O assunto gera curiosidade. Primeiro, porque esse triplex está no centro de uma polêmica. É que esse imóvel teria sido comprado para presentear o presidente Lula e a ex-primeira dama Marisa Letícia, falecida ano passado, que teria beneficiado a empreiteira OAS em licitações da Petrobras. Lula foi condenado pelo juiz Sérgio Moro, o símbolo da Operação Lava Jato. Depois teve a sentença aumentada e sua prisão confirmada pelo Supremo Tribunal Federal. O imóvel teria um mimo ao ex-presidente para curtir seus momentos de lazer. 
 
Aliás, foi por causa deste triplex que o ex-presidente foi condenado a 12 anos e um mês.Atualmente, Lula está preso na sede da Polícia Federal, em Curitiba. E até hoje seus advogados negam que seja o dono do luxuoso imóvel na cidade litorânea. 
 
A título de curiosidade, Beto Silva entrevistou o dirigente do Secovi, Angelo Frias Neto, sobre o imóvel.. Segundo Frias, com o dinheiro seria possível comprar imóveis luxuosos na cidade. Um desses imóveis tem condomínio de R$ 1 mil.
 
Independente da repercussão política dos fatos, foi muito curiosa essa participação do piracicabano nesse processo todo. Como a empresa não informou o nome do interessado que deu o lance, só podemos especular. 
 
Será que queria preservar a memória do ex-presidente? Será que queria ganhar dinheiro com o imóvel? Será que iria cobrar ingressos para que os turistas visitassem esse ponto turístico? Será que gostaria de ter o gostinho pessoal de ver a mesma vista que, um dia, fez a alegria do ex-presidente e, que hoje, é motivo de amargura para o ex-presidente e também para os correligionários de Lula? Ninguém vai saber. Mas que o fato já ganhou as rodinhas pela vida, ah, isso já ganhou....
 
 
Voltar

Comentários

Nome:
E-mail:
Comentário:
 

  • Seja o primeiro a comentar

18/05/2018 18h00 Da redação À luz de velas
11/05/2018 17h50 Da redação Cenas de filme
27/04/2018 16h11 Da redação Grudado no rio
25/04/2018 17h37 Jardim Botânico