Eleição mobiliza 5.000 trabalhadores no domingo

eleição Capelli durante a auditoria das urnas eletrônicas. (Foto: Amanda Vieira /JP)

Neste domingo mais de 280 mil piracicabanos vão às urnas para eleger o presidente da República, governador do Estado, senadores, deputados federal e estadual. Para atender a esse contingente e garantir um pleito dentro da normalidade, a Justiça Eleitoral de Piracicaba conta com um grupo de, aproximadamente, 5.000 pessoas, entre mesários, equipes de apoio, segurança,funcionários
dos cartórios eleitorais, promotores e juízes eleitorais. José Fernando Seifarthde Freitas é juiz na 93ª Zona Eleitoral de Piracicaba e um dos seis magistrados que estarão de plantão na eleição de amanhã, que acontece das 8h às 17h.

Em entrevista ao Jornal de Piracicaba o juiz falou que a expectativa da Justiça Eleitoral é de que as eleições transcorram de forma tranquila. “O eleitor deve votar com consciência e comparecer ao local de votação com seu título de eleitor e documento com foto. Consoante divulgado pelo site do TSE, a Justiça Eleitoral recomenda que o eleitor prepare uma lista com o número dos candidatos que pretende votar. Para ajudar, a Justiça Eleitoral disponibiliza a chamada “cola eleitoral”, que vai impedir que o eleitor se confunda ou esqueça algum número” afirmou.

Apesar da polarização entre os grupos de esquerda e direita, o juiz não acredita em eventuais confrontos entre os correligionários. “A nossa expectativa é de que não haja em Piracicaba e região enfrentamento entre grupos de eleitores e que os trabalhos ocorram normalmente, com os cidadãos respeitando-se mutuamente, não obstante a divergência de opiniões e preferências,que faz parte da democracia. A Justiça Eleitoral terá o suporte das policias federal e estadual, para eventuais ocorrências”, informou.

O JP selecionou as dúvidas mais comuns entre os eleitores e apresenta nesta página as respostas fornecidas pelo chefe de cartório,José Antônio Capelli. O JP também elaborou uma cola para auxiliar o eleitor, basta recortar e preencher.

Três ausências cancelam título

Todos os eleitores que estão com inscrições regulares podem votar amanhã, com exceção os títulos cancelados ou suspensos. O título é cancelado por falecimento ou quando o eleitor deixa de votar por três eleições consecutivas. Para votar, é preciso apresentar o título de eleitor e um documento com foto. Para o eleitor que estiver fora do Estado ou do domicílio eleitoral, é permitido o voto em trânsito a quem efetuou o cadastro com antecedência, caso contrário deverá justificar. Novidade nas eleições, o aplicativo e-Título pode ser usado com apresentação de documento com foto. Segundo Capelli, basta baixar o aplicativo. “Caso o eleitor já tenha feito a biometria, o e-Título serve como documento. Para quem não fez, o documento será apenas como título de eleitor, com um documento.” (B.S)

O que é permitido e barrado na seção

O chefe do cartório destaca que, com exceção para apresentação do e-Título, fica proibido o uso de celulares na seção no momento da votação de domingo. Para os aficcionados em selfies que pensam em registra o momento do voto, essa prática é barrada pela Justiça Eleitoral. “O eleitor não deve portar o celular na cabina de votação e a identificação do voto é crime”, explicou Capelli.
Na lista de itens proibidos na seção, o funcionário cita as camisetas com identificação de candidatos e partidos políticos. Com relação à propaganda, Capelli destaca que toda forma é vedada. “A distribuição de qualquer propaganda é crime no dia da eleição”, alertou.

Fica permitido e recomendado o uso das colas devido à quantidade de candidatos. “Recomendamos o uso da cola, pois são seis candidatos e o eleitor terá dificuldade em memorizar todos os números”, justificou. Quanto o consumo de bebidas alcoólicas no dia da eleição, Capelo destacou que há vários anos não existe a Lei Seca em Piracicaba. (B.S)

Zonas mantém seções especiais

Todas as 97 escolas disponibilizadas para as eleições deste domingo em Piracicaba – 59 estaduais e 37 municipais – possuem seção especial destinada às pessoas com deficiência, idosos ou eleitores com dificuldade de locomoção. Contudo para ter acesso esse benefício, os eleitores deveriam ter transferido seu título para uma seção especial com antecedência no seu cartório eleitoral.
“Se o eleitor não está numa seção especial, não há o que fazer no momento da eleição”, afirmou o chefe de cartório da 93ª Zona Eleitoral, José Antônio Capelli.

Nos casos acima, é permitido a presença de acompanhantes no momento do voto, mas o eleitor deve levar uma pessoa de sua confiança e não poderá pedir auxílio dos mesáriosn ou outros pessoas que estejam no local.

“Não pode ser acompanhado por mesários, fiscais ou representantes dos partidos políticos”, acrescentou. (B.S)

Transporte terá horário diferente

Neste domingo, em função das eleições, a empresa Via Ágil – concessionária do transporte público em Piracicaba – informou que as linhas irão circular com o horário de sábado. Segundo a assessoria de imprensa, a exceção será a linha 210 Unileste/TCI (Terminal Central de Integração) que manterá a tabela de horários de domingo. O secretário municipal de Trânsito e Transporte, Jorge Akira, informou que as equipes da Pasta permanecerão de plantão durante o domingo. Ontem, a Secretaria auxiliou no transporte das urnas para os locais de votação. “Fizemos a interdição das ruas próximas aos cartórios eleitorais para facilitar o transporte das urnas”, afirmou o secretário.

Akira explicou que o trabalho será repetido no domingo ao término das eleições quando ocorrerá o transporte dos equipamentos aos cartórios eleitorais. “Nós participamos da reunião com os juízes e setores da segurança para discutir o trabalho no dia das eleições, os chefes dos cartórios e juízes poderão nos acionar quando necessário”, concluiu. (B.S)

(Beto Silva)