Em 6 meses ocorrências de tráfico chegam a 70% de todo ano passado, segundo SSP

Delegado Seccional Américo Sidnei Rissato destacou ações conjuntas. (Claudinho Coradini/JP)

No primeiro semestre de 2019, Piracicaba registrou 70% do total de ocorrências relacionadas ao tráfico de drogas do ano anterior, segundo levantamento divulgado nesta quinta-feira (25) pela SSP (Secretaria de Estado de Segurança Pública). Os índices criminais registraram a queda 43% nos casos de roubos de veículo. Foram 149 ocorrências em 2019 contra 84 casos no mesmo período deste ano. Roubos outros (que englobam ações criminosas em empresas, residências ou pedestres) também caiu de 565 registros para 333 (41%).

No período, a cidade manteve a média de seis pessoas presos por dia, tanto em situações de flagrante como após cumprimentos de mandados de prisão ou recaptura. O delegado Seccional de Piracicaba, Américo Sidnei Rissato enfatizou que a Polícia Civil tem acelerado nos trabalhos, mesmo diante das dificuldades.

A Polícia Civil tem feito o que sabe fazer. No entanto, o resultado não é fruto de apenas uma instituição, mas de ações conjuntas com outras forças de segurança, que também tem feito o seu melhor”, afirmou Rissato. ““Estão entrosados Polícia Civil, Polícia Militar, Guarda Civil, Ministério Público, Justiça e SAP (Secretaria de Estado de Administração Penitenciária)”, disse o delegado.

Segundo ele, constantemente estão sendo realizadas reuniões e operações conjuntas em várias regiões da cidade em dias e locais alternados.

Recentemente, o coordenador operacional do 10º BPM/I (Batalhão da Polícia Militar do Interior), major José Antonio Golini disse que além dos indicadores criminais, os policiais têm realizado um acompanhamento de alguns acusados em crimes. “Soubemos que um envolvido em roubos e furtos de veículos estava em liberdade condicional. No dia 12 de junho conseguimos prendê-lo novamente após ser flagrado com carro furtado”, afirmou o oficial.

CÂMERAS

Desde novembro de 2018,pelo menos dez radares de velocidade foram ligados ao Sistema Detecta, sistema de monitoramento inteligente implantado pelo Governo do Estado de São Paulo, após a adesão da Prefeitura de Piracicaba.

 

Cristiani Azanha

[email protected]