Em campanha ao novembro azul Cecan realiza exames gratuitos

Mobilização tem apoio dos Institutos de Urologia e de Radiologia da Santa Casa de Piracicaba. (Foto: Divulgação/Santa Casa de Piracicaba)

O Cecan (Centro do Câncer) da Santa Casa de Piracicaba retoma o programa Sábado Sem Câncer e oferece, no próximo dia 9 de novembro, das 8 às 16h, exames gratuitos à população para prevenção e detecção precoce do câncer de próstata.

A mobilização tem apoio do IUP (Instituto de Urologia de Piracicaba) e do Instituto de Radiologia da Santa Casa e, segundo o oncologista Fernando Medina, atenderá até 500 homens com idade superior aos 40 anos, ajudando a consolidar a cultura da prevenção dentro do que propõe também o Novembro Azul.

“Para participar, basta comparecer ao Cecan com documentos pessoais, comprovante de residência e doar um quilo de alimento não perecível para entidade assistencial da cidade”, disse o coordenador da Campanha, lembrando que o atendimento se dará mediante a distribuição de senhas.

O oncologista revela que, segundo estatísticas, pelo menos 10% dos atendimentos apresentarão alterações; sendo 2% deles positivos. “Isso significa que neste Sábado Sem Câncer, pelo menos 50 homens apresentarão alterações em seus exames e dez deles terão câncer de próstata”, disse.

Ele revela que 374 novos casos da doença foram diagnosticados este ano em Piracicaba, 163 deles estão em tratamento no Cecan e foram detectados nos estágios 2 e 3, em que as complicações são maiores. “A expectativa é que 330 novos casos surjam em 2020”, projetou.

Uma equipe de 50 profissionais, entre médicos oncologistas, urologistas, enfermagem e áreas de apoio, estarão envolvidos no atendimento, que constará de anamnese (entrevista), exame físico de toque retal e exames de PSAum tipo de exame de sangue que acusa o perfil de saúde da próstata.

Casos em que o exame físico e o laboratorial apresentarem alterações, serão posteriormente encaminhados para o Instituto de Radiologia da Santa Casa para exames de ressonância magnética multiparamétrica da próstata.

De acordo com o médico radiologista Alexandre Peroni Borges, coordenador do IUP, o exame consegue encontrar e localizar as lesões da próstata “para que a biópsia possa ser feita posteriormente de forma dirigida para a região afetada, ampliando as chances de resultados positivos”.

O médico urologista Tiago Aguiar informa que as cirurgias necessárias serão realizadas pelo do IUP via laparoscopia. “As vantagens é que esse método cirúrgico exige menor tempo de internação e provoca menos sangramento, proporcionando uma recuperação mais rápida”, disse.

CÂNCER DE PRÓSTATA

O oncologista Fernando Medina explica que o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens (atrás apenas do câncer de pele não-melanoma).

Em sua fase inicial, o câncer da próstata tem evolução silenciosa. Por isso a importância dos exames anuais, pois a detecção precoce possibilita melhor chance de tratamento.

A expectativa é 69 mil novos casos da doença no país por ano, com mais de 15 mil mortes.

Da Redação