Em Piracicaba, suicídio é mais comum entre estudantes

Cidade recebe programação vasta no “Setembro Amarelo”; hoje, três palestras abordam o assunto. (foto: Claudinho Coradini/JP)

O suicídio é a segunda causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos no mundo, ficando atrás apenas de acidentes de trânsito. A cada 40 segundos uma pessoa se suicida, sendo que 79% dos casos se concentram em países de baixa e média renda.

Esses e outros dados fazem parte de um novo relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS), divulgado nesta segunda-feira (9), véspera do Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio. Em Piracicaba, os números de suicídio seguem a tendência mundial.

De acordo com o último levantamento da Secretaria de Saúde do Município, em 2017, 9% dos casos de pessoas que atentaram contra a própria vida eram estudantes, com idades entre 15 a 29 anos. De acordo com a voluntária do CVV (Centro de Valorização da Vida) de Piracicaba, Eliane Soares, nos últimos dois anos, as ligações de jovens com idades entre 16 a 20 anos têm aumentado.

Segundo ela, a procura aumentou depois da série “Os 13 porquês”, que trata de uma jovem que explica os motivos que a levaram ao suicídio que é retratado em um dos episódios. Segundo Eliane, a produção americana tem pontos positivos, pois tem contribuído para que os jovens passem a se interessar pelo assunto, buscando mais informações sobre o assunto.

A partir da exibição da série, muitos jovens têm procurado a escola e buscado apoio psicológico para discutir o assunto, nós também passamos a receber mais ligações desse público”, afirmou a voluntária.

O ponto negativo da série, segundo Eliane, é o fato de ter exibido a cena em que a protagonista da série se suicida. “Eles não se preocuparam em atender as determinações da OMS sobre a divulgação de cenas de suicídio, esse é o fator negativo”, apontou. Depois da exibição da série, o CVV produziu vídeos informativos que tratam sobre a importância do pedido de ajuda, do olhar atento da família quando o jovem apresenta quadro de depressão.

O Dia Municipal de Prevenção do Suicídio será lembrado hoje com três palestras na Câmara de Vereadores, das 14h às 17h, no Salão Nobre.

O primeiro tema a ser abordado é “Suicídio: Quebrando tabus”, pela tenente-coronel da PM Valdira Ferreira de Lima. A palestra “Suicídio: E agora, o que fazer?” será ministrada pela psiquiatra Graciela Marasca, do Caps Vila Sônia; já a voluntária no CVV Eliane Soares abordará o tema “A importância da escuta na prevenção do suicídio”.

Beto Silva
[email protected]