Em quatro anos, indústria tem melhor bimestre

O nível de emprego na indústria de Piracicaba teve o melhor desempenho dos últimos quatro anos no primeiro bimestre. De acordo com o a diretoria regional do Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo), desde 2013 Piracicaba não tinha saldos positivos na empregabilidade nos meses de janeiro e fevereiro, estando com um saldo positivo de 0,74%, o que representa 300 novas vagas.
 
De acordo Fábio Vitti, diretor-presidente do Ciesp em Piracicaba, o mês de fevereiro permaneceu estável com 50 novos postos de trabalho e, no acumulado dos últimos 12 meses, ficou positivo em 3,29%, ou seja, um aumento de aproximadamente 1.400 vagas. “O setor vem se recuperando aos poucos e nossos indicadores são bem otimistas. Em breve teremos o início da safra e as contratações devem crescer ainda mais”, ponderou.
 
Os setores responsáveis pelo bom desempenho foram os de produtos minerais não metálicos, que cresceu 1,97% no ano, e 2,55% no mês de fevereiro, seguido de veículos automotores e autopeças, com alta de 1,01% no ano e 0,19% no mês. “Isto indica que o segmento automotivo segue em franco crescimento e bem competitivo. Outro fator positivo é que o segmento de pisos, revestimentos e olaria está em crescimento, o que mostra uma certa recuperação da construção civil, que vinha com dificuldades há alguns anos”, ponderou.
 
O diretor-presidente do Ciesp lembrou da preocupação com o anúncio recente da demissão de aproximadamente 600 funcionários da empresa Mondelez. “Este assunto nos pegou de surpresa. No quesito emprego, este foi um ponto fora da curva e seus reflexos começaram a ser sentidos nos indicadores de março. As demissões serão gradativas até agosto, portanto, os indicadores serão complementados com as contratações do setor sucroalcooleiro e não deveremos deixar posição de destaque que a regional vem obtendo”, disse Vitti, ao reforçar que, no comparativo anual, Piracicaba é a quarta regional com melhor indicador de empregabilidade entre as 35 diretorias do Ciesp.
 
Ao lado do gerente regional do Ciesp, Homero Scarso, Vitti reforçou o início da campanha Chega de Engolir Sapo, anunciada esta semana na sede do Fiesp (Federação das Industrias do Estado de São Paulo) e que visa combater a elevada taxa de juros cobradas dos consumidores pelos bancos.