Emoção marca homenagem aos guardas municipais

guardas Eles sobreviveram a um ataque de carro-forte no dia 6 de outubro do ano passado. ( Foto: Amanda Vieira/JP )

Os guardas civis Marcos Alexandre Pavanelli Rodrigues e Fernando Dias Lima foram homenageados ontem, durante solenidade realizada pelo Sindguarda (Sindicato dos Servidores da Guarda Civil do Município de Piracicaba) em parceria com o Sindicato dos Municipais, no auditório GC Virgílio Barbosa, no Centro de Piracicaba .Os patrulheiros que receberam a honraria foram atingidos com tiros de fuzil durante o confronto com uma quadrilha que explodiu um carro-forte, na Rodovia Luiz de Queiroz (SP-304), próximo ao distrito Tupi de Piracicaba, no dia 6 de outubro de 2017.

Rodrigues disse que recebeu a homenagem com muita emoção. “Passamos por muitos momentos, na época fui atingido por cinco tiros de fuzil no abdômen e outros quatro por estilhaços. Fiquei oito dias em coma. Mas tudo já está superado. Tanto que já voltei ao trabalho, não mais na rua, mas dando instruções para o efetivo”, comentou.

O guarda lembrou que ele, e o parceiro Fernando se envolveram em uma troca de tiros com quatro atiradores que usavam fuzil, em plena Vila Independência. “Mesmo ferido, consegui reagir aos disparos.Meu objetivo foi defender minha vida e a do meu parceiro. Nossa viatura foi atingida por 72 tiros”, completou Rodrigues.

Segundo os homenageados, ambos foram socorridos pela Guarda Civil e encaminhados à Santa Casa de Piracicaba. “Nosso socorro foi muito rápido e tivemos um excelente atendimento no hospital. Graças a eles, hoje estamos aqui”, afirmou Rodrigues.

Segundo o diretor administrativo Sindguarda, William De Lima, disse que ficou feliz com a solenidade. “Pretendemos plantar essa semente de valorização desses valorosos guerreiros”, comentou.

(Cristiani Azanha)