Entidade internacional se dispõe a ajudar na recuperação de museu

Entidade internacional se dispõe a ajudar na recuperação de museu
Fonte: Agência Brasil

O Conselho Internacional dos Museus (cuja sigla em inglês é Icom), que reúne 27 mil integrantes de 150 países, 114 comitês nacionais e 30 comitês internacionais, informou hoje (3) que se empenhará para colaborar na superação das perdas causadas pelo incêndio no Museu Nacional do Rio de Janeiro. Pelas estimativas iniciais, serão necessários R$ 15 milhões.

Em nota, o Icom destacou a mobilização em parceria com o Comitê Permanente sobre Gestão de Riscos de Desastres (DRMC), e os comitês Internacionais para Museus Universitários (UMAC), Documentação (CIDOC) e História Natural (NATHIST).

“Neste dia sombrio, não apenas pela herança brasileira, mas também pelo patrimônio mundial, queremos reiterar nossa crença inabalável na resiliência e profissionalismo dos funcionários de museus do Brasil e nossa fé em sua capacidade de se recuperar desse evento doloroso.”

A nota do Icom detaca a “profunda tristeza” provocada pelo incêndio devastador: “O maior museu de história natural da América Latina e a instituição museológica mais antiga do Brasil”.

Segundo o Icom, o único alívio é que o incêndio não provocou vítimas. Mas a instituição lamentou a perda da maior parte do acervo do museu. “Estamos aliviados que este desastre não causou nenhuma morte. Lamentamos a perda da inestimável do acervo do museu.”

Entidade internacional se dispõe a ajudar na recuperação de museu