Equipe piracicabana é campeã mundial de Rafting

Fábio, William, Thiago Diniz, Thiago Serra e Pedro conquistaram o mundial na Turquia (foto: Divulgação/ World Rafting Federation)

A Ascapi/Selam (Associação de Canoagem de Piracicaba) conquistou o título do Campeonato Mundial de Rafting, realizado nas águas do rio Munzur, em Tunceli, na Turquia. O torneio foi organizado pela WRF (sigla em inglês para Federação Mundial de Rafting) em parceria com a federação turca da modalidade. A equipe piracicabana foi representada na categoria sênior pelos atletas Fábio Ramos, Pedro Aversa, Thiago Diniz, Thiago Serra e William Ferraz, e teve o comando técnico de Rogério Lourenção.

No primeiro dia de competição, a Ascapi disputou a prova de descida e ficou com a primeira colocação, com o tempo de 23min02, deixando pelo caminho Chile e Itália. No segundo dia, os canoístas piracicabanos competiram na prova de tiro livre paralelo, mas foram eliminados na primeira bateria, terminando em 15º lugar. A vitória foi do Cazaquistão.

A chance do título mundial foi adiada para o terceiro dia do torneio, na prova de slalom: a equipe piracicabana venceu novamente e chegou à somatória de 240 pontos, que foram suficientes para encerrar o Mundial na primeira colocação geral. Cazaquistão e Rússia ficaram com as medalhas de prata e de bronze, respectivamente. “O título mundial coroa um longo trabalho iniciado em 2012. Desde então, são vários atletas formados nesse período, possibilitando elevar o nível interno e assim ter uma equipe extremamente competitiva”, afirmou Lourenção.

A vaga para disputar o Mundial veio com a conquista do vice-campeonato no Brasileiro de Rafting R4, em setembro do ano passado, no Vale do Ribeira. “Desde 2010, introduzimos a modalidade nos Jogos Escolares, com o objetivo de dar oportunidade para os estudantes e para outros jovens do município. São oito anos participando das etapas nacionais. Essa medalha é fruto de um trabalho de quase uma década”, destacou o coordenador técnico, Gustavo Gozzo.

A equipe piracicabana também precisou lutar contra o tempo para levantar o valor de R$ 25 mil, para custear as despesas da viagem. Foram realizados diversos eventos, como ‘vaquinha’ virtual e vendas de pizzas, além do apoio de empresas (Balaio de Brinquedos, Bio2 Organic, Cacau dos Deuses, Canoar, Canoe, Chá Lovers, Fauna e Flora, Gengibre da Natureza, Mandubim, Only4 e Roost To) e o suporte da Selam (Secretaria de Esportes, Lazer e Atividades Motoras).

Da Redação