Erros de português no currículo?

É importante ter um currículo livre de erros gramaticais (Foto: Freepik)

O currículo é, geralmente, o primeiro contato do candidato com a empresa em que pretende trabalhar. Nessa primeira apresentação, alguns erros podem ser decisivos para que o profissional seja descartado do processo seletivo.

Uma das formas mais comuns de perder pontos importantes na concorrência a uma vaga é cometer falhas na utilização da língua portuguesa no texto do currículo. Não importa qual seja o erro, o recrutador pode entendê-lo como desatenção ou falta de domínio do idioma, e ambos os fatores podem prejudicar o candidato.

“O currículo precisa reunir informações claras e diretas sobre qualificação profissional, formações complementares e experiências profissionais anteriores. Para isso, a utilização de maneira correta da nossa língua é fundamental”, ressalta a supervisora de Desenvolvimento Humano e Organizacional do CIEE (Centro de Integração Empresa-Escola), Juliana Malaquias.

Alguns erros gramáticos comuns podem ser evitados por meio da atenção e conhecimento das normas da língua.

VERBO HAVER

O verbo ‘haver’, no sentido de ‘ocorrer’ ou ‘existir, é impessoal, portanto não deve ser flexionado no plural. Dessa forma, a frase ‘há um problema’, no plural fica ‘há dois problemas’. Nada de “haverão”!

VÍRGULA

A vírgula pode confundir muita gente, já que não é apenas “uma pausa para respirar”. Um erro recorrente é separar o sujeito do verbo por vírgula, o que não deve ser feito. A sentença “Minha formação anterior, trouxe uma experiência diferente” está errada, já que não existe necessidade de vírgula.

Outro problema é a falta do sinal de pontuação entre o vocativo e o restante da frase. Em vez de “Amanda envio abaixo meu portfólio” o correto seria “Amanda, envio abaixo o meu portfólio”.

CONCORDÂNCIA

Vale também atenção redobrada com o plural, já que os elementos da frase devem concordar entre si. Por exemplo, ao escrever uma mensagem de e-mail encaminhando o currículo e uma carta de recomendação do gestor anterior, é preciso que o verbo vá para o plural: “Seguem documentos em anexo”, e não “Segue documentos em anexo”.

CONJUGAÇÃO VERBAL

Tenha cuidado também ao conjugar os verbos em uma sentença. Em vez de “Eles reteram o documento”, use “Eles retiveram o documento”.

Verbos finalizados em ‘uar’, como atuar, são finalizados em “e” quando conjugados no presente, portanto ‘atue’ é o correto e não ‘atui’.

“Recomendamos que o candidato releia o currículo e caso as dúvidas persistam, vale recorrer à ajuda de amigos ou familiares. O importante é ter um currículo livre de erros que podem custar uma oportunidade no mundo do trabalho”, destaca Juliana.

Mariana Requena