Esalq sedia hoje estreia do projeto ConSertão

O projeto ConSertão, que consiste em concertos ao ar livre e gratuitos por cidades do interior paulista em homenagem a compositores da música caipira, estreia hoje, às 18h, no gramado em frente ao Edifício Central da Esalq/USP (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz/Universidade de São Paulo). Os artistas Cláudio Lacerda, Neymar Dias e Lula Barbosa e a Orquestra Sinfônica de Piracicaba são os protagonistas da iniciativa. O ConSertão é uma realização do Governo do Estado de São Paulo e Secretaria da Cultura, com patrocínio da empresa Raízen, gerência da Cantoria Produções Artísticas, produção da Agência NTZ e parceria da SemacTur (Secretaria Municipal da Ação Cultural e Turismo), Unimed Piracicaba e Center Flat — Hotel e Eventos. Quem desejar pode doar um quilo de alimento não perecível no local da apresentação. O montante arrecadado será destinado ao Grupo Amor de Maria — Moradores de Rua, que promove apoio social a pessoas em situação de rua em Piracicaba.
 
Concebido por Cláudio Lacerda, renomado cantor e violeiro da música caipira e diretor da Cantoria Produções Artísticas, o ConSertão tem no repertório composições como Chitãozinho e Xororó (Serrinha e Athos Campos), Chora Viola (Lourival dos Santos e Tião Carreiro), Romaria (Renato Teixeira) e Saudade da Minha Terra (Belmonte e Goiá). “Essas canções ajudaram a moldar a identidade cultural do interior de São Paulo e Estados vizinhos. O objetivo do projeto é elevar a música caipira a um patamar que ela merece, valorizando a cultura do campo”, disse.
 
 
A música caipira do interior do Estado São Paulo narra os cenários campesinos, a vida simples do povo, romances impossíveis, as dificuldades passadas quando se persiste na árdua vida do campo ou na tentativa da sorte nas cidades. A maioria dos compositores homenageados no projeto é de São Paulo. Entre eles estão Teddy Vieira, João Pacífico, Zé Fortuna, Rolando Boldrin e Elpídio dos Santos.
 
 
Diretor artístico e regente titular da OSP, o maestro Jamil Maluf comentou a relação da orquestra com a cultura caipira. “Nascida em uma cidade que preserva os laços com a cultura caipira, a OSP sempre prezou, em toda a sua história, pela aproximação de diferentes públicos. Tanto é que, desde 2015, a qualidade de seu trabalho repercute em todo o país. A música clássica caminha, cada vez mais, para a descentralização, e não será diferente no projeto ConSertão, que celebra a junção dos estilos erudito e sertanejo raiz”, falou.
 
 
Os ConSertões serão regidos pelo violinista Luís Fernando Fischer Dutra, músico integrante da sinfônica piracicabana. Os arranjos são de autoria do músico Neymar Dias, que, empunhando uma viola caipira, será o solista em todas as apresentações. Lacerda participará como cantor nos espetáculos, junto a Lula Barbosa.
 
 
Incentivadora de ações que visam oferecer à sociedade cultura, arte e entretenimento, a Raízen é patrocinadora do projeto. Débora Barros, coordenadora de relações externas da empresa, ressaltou a importância da iniciativa. “O concerto une música caipira e erudita em uma programação para toda a família. A Raízen acredita que o desenvolvimento de cada indivíduo se dá em função das oportunidades de acesso à educação, cultura e esporte. Por essa razão, investimos na promoção de iniciativas que possam contribuir com isso”, afirmou.
 
 
 
SERVIÇO — ConSertão. Hoje, às 18h, na Esalq (Avenida Pádua Dias, 11). Entrada gratuita e solidária. Quem desejar pode doar um quilo de alimento não perecível, a ser destinado ao Grupo Amor de Maria — Moradores de Rua. Informações: (19) 3429-4100.