Escorpiões e aranhas invadem casas na Pauliceia

mato Principal motivo é um terreno particular abandonado.( Foto: Amanda Vieira /JP)

A estoquista Jennifer Stefany de Souza Oliveira reclama do mato alto e da proliferação de aranhas e escorpiões em um terreno que faz fundos com sua residência, na rua Dr. José Rodrigues de Almeida, na Pauliceia. Segundo a moradora, os peçonhentos têm invadido sua casa e outros imóveis da vizinhança. Ela disse que já registrou três vezes a reclamação no serviço 156 e até o momento nenhuma medida foi tomada pela prefeitura. Jennifer está grávida de cinco meses e teme pela sua segurança e a do bebê. “Eu tenho muito medo de ser picada por um desses bichos”, afirmou.

Ela contou que entrou em contato com a imobiliária que trata da venda do terreno e foi informada que a empresa não poderia tomar nenhuma atitude por tratar-se de uma área particular e que também não poderia fornecer o telefone do proprietário. A estoquista disse que na casa de sua vizinha, que um bebê de três meses, já apareceram aranhas e escorpiões. A mulher explicou que o terreno fica na rua Antônio Bacchi. Outro vizinho disse que também encontrou aranhas e escorpiões. “Eu liguei no 156 e em todas as vezes eles pedem para eu repetir o mesmo procedimento e nada é feito a respeito do terreno”, reclamou.

Em nota, a Sedema (Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente) informou que encaminharia ontem um fiscal para vistoriar o terreno e que em caso positivo da existência do mato alto, o proprietário será autuado. “Após dez dias, o fiscal retorna ao local e em caso de não cumprimento da ordem para a limpeza do terreno, será lavrado reincidência e a prefeitura executará o serviço e os custos serão repassados ao proprietário”, traz a nota.

(Beto Silva)