Espaço Ventre Vida

coluna social Giulia Menegale,Lais Gimenes, Mayara Cunha e Ana Carolina Martorini.

O Teatro do Engenho foi palco de espetáculo que contou a história de Eros e Psique, da mitologia grega, com direção de Fernanda Marina Everaldo. A montagem sobre o amor entre um deus e uma mortal teve narração da contadora de histórias Carmelina Toledo Piza, com participação de 70 bailarinos, entre mulheres e homens, que se revezavam no palco nas 18 coreografias assinadas por Thais Crivello e Heloisa Groppo nas modalidades dança do ventre, tribal fusion, balé clássico, body balé fit e jazz. O público aplaudiu em pé a 16ª edição do festival, que mostrou uma história em que são testados os sentimentos e os limites humanos em busca do verdadeiro amor. As duas sessões contaram com apoio cultural do Jornal de Piracicaba e da Revista Arraso.

(Fotos: Paulina D’Abronzo)