Estado propõe estudo para concessão da SP-304 e da SP-308

rodovia Rodovia Hermínio Petrin terá trecho de 6 Km duplicado e será concedida. (Foto:Amanda Vieira / JP)

O governo do Estado de São Paulo aprovou a realização dos estudos para a concessão à iniciativa privada de novo lote rodoviário que inclui as rodovias Luiz de Queiroz (SP-304 – trecho Piracicaba-Americana), a rodovia Geraldo de Barros (SP-304- trecho Piracicaba-São Pedro) e Hermínio Petrin (SP-308 – trecho Piracicaba-Charqueada). O fato indica que pode haver praças de pedágio nessas rodovias futuramente. A Artesp (Agência de Transportes do Estado de São Paulo) diz não haver definição sobre pedágios nos trechos do entorno de Piracicaba. Isso porque, eles integrarão um lote mais amplo, que compreende 800 quilômetros atualmente sob o controle do DER (Departamento Estadual de Estradas e Rodagens) e outros 200 quilômetros desde 1999 concedidos à Centrovias.

Os estudos preveem investimentos de R$ 9 bilhões, que compreendem a duplicação de 95 quilômetros da rodovia deputado Amauri Barroso de Souza (SP-304), entre São Pedro e Jaú, além de 6 quilômetros de duplicação na SP-308, na região de Charqueada. A concessão atual da Centrovias vence em junho do ano que vem. Depois disso, haverá nova licitação para definir a empresa que irá explorar a nova concessão, cujo trecho será ampliado em 800 quilômetros. Os números fazem parte de um levantamento inicial que agora será detalhado em estudo minucioso (não há prazo para que seja concluído).

“Os estudos estão em fase inicial e ainda não é possível afirmar se haverá praças de pedágios e nem em quais rodovias. Depois de eles serem concluídos, o projeto terá de ser submetido a audiências públicas e consultas públicas, que garantem a participação da sociedade civil no processo. As contribuições serão encaminhadas através das audiências e das consultas públicas podem levar a novas mudanças no projeto. Somente após essa fase é que o projeto estará completamente formatado”, informou, por e-mail, a assessoria de imprensa da Artesp.

O trecho atual sob concessão da Centrovias abrange segmentos da SP-225 (rodovias Engenheiro Paulo Nilo Romano e rodovia João Ribeiro de Barros) e da SP-310 (rodovia Washington Luís).

(Rodrigo Guadagnim)