Estado prorroga vacinação contra polio e sarampo até dia 14

campanha Estado prorrogou a campanha de vacinação. (Foto: Amanda Vieira/JP)

Na manhã de ontem, o Centro de Vigilância Epidemiológica (CVE) do Estado de São Paulo, prorrogou Campanha de Vacinação contra Poliomielite e Sarampo até dia 14 de setembro em todas as cidades, incluindo Piracicaba. Apesar do novo período de imunização, o município conseguiu atingir 93% de cobertura vacinal, com mais de 17 mil crianças de 1 anos e menores de 5 anos protegidas, até dia 1º de setembro.

De acordo com a pasta, as doses seguem disponíveis a população em todas as unidades da atenção básica, como de costume, e que este novo período de imunização será suficiente para atingir a meta do governo federal (95% do público-alvo) não havendo necessidade de um novo Dia D para a vacinação. Além disso, a prefeitura reforçou que o atendimento para imunização acontecem de segunda a sexta-feira, das 8h às 15 horas em UBS (Unidade Básica de Saúde) e Crab (Centro de Referência da Atenção Básica), e das 8h às 16 horas, em USF (Unidade de Saúde da Família). “Piracicaba conseguiu alcançar a meta de 93,96% para a pólio e 92,71% para o sarampo”, informou a Secretaria de Saúde.

Para conseguir ampliar a cobertura vacinal da campanha na cidade, as Secretarias de Saúde e Educação firmaram parceria para promover força-tarefa para percorrer as 89 unidades de educação municipal (escolas e creches) para imunizar crianças. A Ação aconteceu entre os dias 24 e 31 de agosto e imunizou 1.708 crianças.

Segundo Pedro Mello, secretário Municipal de Saúde, a parceria com a Educação foi fundamental para que a cidade “avançasse no índice de cobertura vacinal”. “Com a força-tarefa na Rede Municipal de Educação Infantil, podemos chegar a quase 10% do público-alvo. Sem contar o efeito multiplicador nos postos de saúde no mesmo período, onde também tivemos um crescimento significativo na procura pela imunização, porque as mães se tornam agentes na divulgação sobre a importância das vacinas”, reforçou o secretário ao lembrar que a cidade tem estoque suficiente da vacina para imunizar 100% do público-alvo.

ESTADO – Levantamento feito pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, com base nos dados provisórios encaminhados pelos municípios, indica que já foram aplicadas 3,7 milhões de doses de vacinas contra o sarampo e a poliomielite (paralisia infantil), em todo o Estado, até às 17h de 1º de setembro. “Foram imunizadas 1,862 milhão de crianças com a vacina contra poliomielite e 1,843 milhão de crianças com a vacina contra sarampo, desde que a campanha teve início em SP, com o primeiro ‘Dia D’, feito exclusivamente no Estado”, informou a pasta estadual.
A realização do terceiro Dia D pelo governo estadual, seguiu a recomendação do Ministério da Saúde, no qual os postos de vacinação cada município poderiam organizar suas estratégias conforme as necessidades locais, incluindo os que eventualmente já tenham atingido a meta.

A campanha de vacinação é “indiscriminada”, ou seja, mesmo crianças que estão com a carteirinha de vacinação em dia devem receber novas doses de reforço contra as duas doenças. A preocupação do MS é evitar o avanço do sarampo e a reintrodução do vírus da poliomielite no país.

(Felipe Poleti)