Estados Unidos aplicam a maior goleada da história da Copa do Mundo

Alex Morgan marcou cinco vezes e ajudou Estados Unidos a fazer história (Foto: Divulgação/FIFA)

O quinto dia de jogos da Copa do Mundo de Futebol Feminino entrou para a história. A partida entre Estados Unidos e Tailândia, válida pelo Grupo F e último jogo da primeira rodada, terminou com vitória das norte-americanas pelo placar de 13 a 0, com gols de Alex Morgan (cinco), Rose Lavelle (dois), Lindsey Horan, Sam Mewis (dois), Megan Rapinoe, Mallory Pugh e Carli Lloyd. O placar ultrapassou a vitória da Alemanha sobre a Argentina por 11 a 0 em 2007 e é a maior goleada da história da Copa do Mundo Feminina. A atacante Alex Morgan, autora de cinco gols, se tornou a jogadora com mais gols em uma mesma partida na história do Mundial, empatando com a também americana Michelle Akers, que fez cinco gols contra Taiwan em 1991. De quebra, Morgan recebeu o prêmio de jogadora da partida e ultrapassou a brasileira Cristiane e é a nova artilheira do Mundial.

Nos outros jogos de terça-feira (11), pelo Grupo E, a Holanda derrotou a Nova Zelândia por 1 a 0, gol de Roord. Pelo Grupo F. o jogo entre Suécia e Chile foi interrompido por uma forte chuva, porém as suecas venceram por 2 a 0, gols de Asslani e Janogy.

Nem a chuva impediu a Suécia de estrear com vitória (Foto: Getty Images)

A segunda rodada da fase de Grupos da Copa do Mundo Feminina começa nesta quarta-feira (12), com dois jogos do Grupo A e um do grupo B. O primeiro jogo do dia será entre Nigéria e Coreia do Sul, às 10h, em Grenoble. Logo em seguida, um dos confrontos mais esperados da primeira fase: Alemanha e Espanha, às 13h, em Valenciennes. Para fechar o dia, as donas da casa tem seu jogo mais complicado nesta fase classificatória: França e Noruega, às 16h, em Nice.

O confronto entre Nigéria e Coreia do Sul é decisivo para mabas as equipes, já que ambas foram goleadas por Noruega e França, respectivamente, e uma vitória é essencial na busca para ser uma das melhores terceiras colocadas na competição (as quatro melhores também avançam). Um empate no jogo entre africanas e asiáticas pode significar uma eliminação para ambos os lados, já que as chances de vencer as europeias são mínimas.

O Confronto entre Alemanha e Espanha colocará frente a frente as duas seleções favoritas do Grupo B e que venceram na estreia, mesmo com algumas dificuldades, já que as germânicas venceram apertado a China levando pressão das orientais, enquanto que as espanholas não demonstraram toda a superioridade contra a África do Sul em gols, já que dos três marcados, dois foram em cobranças de pênaltis. A liderança do grupo é importante, já que um segundo lugar significaria um possível confronto contra os Estados Unidos nas oitavas, algo a ser evitado por ambos os times.

Após sustos contra a China, Alemanha volta a campo diante da Espanha (Foto: Getty Images)

França e Noruega fecham o dia e, após ambas as equipes golearem a primeira rodada, a possível vencedora garantirá a liderança de seu grupo e um confronto contra uma equipe que ficar em terceiro lugar nas oitavas de final. A defensora Wendie Renard, jogadora mais alta do mundial e autor de dois gols na estreia (os dois de cabeça) não treinou no último domingo (9) e é dúvida para o confronto.

Após goleada na estreia, francesas lutam pela classificação as oitavas (Foto: Getty Images)

Mauro Adamoli