Estudante perde prova do Enem e lamenta mudança do horário de verão

Estudante perde prova do Enem e lamenta mudança do horário de verão
Fonte: Agência Brasil

Uma estudante que perdeu a prova de hoje (4) do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no Rio de Janeiro lamentou o início do horário de verão nessa madrugada. Segundo ela, a necessidade de adiantar os relógios em uma hora prejudicou o planejamento para realização do exame que dá acesso a diversas universidades do país.

“Com menos uma hora, ficou complicado. Moro sozinha e precisava organizar o material, dar banho na minha filha. Nesse processo todo, acabei esquecendo minha carteira de identidade“, dissse Monique Moreira, de 20 anos, com sua filha no colo diante dos portões fechados da Universidade Veiga de Almeida (UVA), na Tijuca. 

O edital do Enem assegura o direito de amamentação durante a realização da prova. Moradora da Mangueira, essa é a segunda vez que Monique faria o Enem. Seu desejo é cursar Nutrição.

A estudante chegou dentro do horário previsto, mas só no local se deu conta de que havia esquecido a carteira de identidade, que deve ser apresentada no local da prova. Um parente se encarregou de trazer, mas não chegou a tempo e a organização do certame não permitiu que o documento fosse recebido após o fechamento dos portões. “Agora é retomar os estudos, aprimorar e tentar na próxima vez, para poder dar um futuro melhor para minha filha” acrescentou.

A entrada ao local de prova era permitida até 13h. O início do exame está marcado para 13h30. Thaís Dantas, também de 20 anos, foi outra estudante que perdeu a prova. Ela chegou cerca de um minutos após o fechamento dos portões da UVA.

“Moro na Taquara. Peguei o trem e tive de fazer baldeação. O transporte atrasou. Do Maracanã até aqui até peguei mototaxi”, informou. Ela estava inscrita no Enem pela segunda vez, mas avalia que, diferente do ano passado, dessa vez estava preparada e confiante que conseguiria uma vaga no ensino superior no curso de administração.

“A mudança do horário de verão não me atrapalhou. O problema mesmo foi o transporte. Demorou muito. Sai de casa 11h30”. Hoje são realizadas as provas de linguagens, ciências humanas e redação. Os estudantes têm 5h30 para responder as questões propostas. No próximo dia 11, serão aplicadas as avaliações de ciências da natureza e matemática.

Estudante perde prova do Enem e lamenta mudança do horário de verão