EUA: Trump afirma que negociaria o Brexit de forma ‘mais dura’

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse em entrevista que tomaria uma atitude “mais dura” em relação às negociações do Brexit com a União Europeia, em relação à abordagem agora usada pela primeira-ministra britânica Theresa May. Sem dar maiores detalhes, Trump afirmou que teria usado diferentes táticas.

“Eu negociaria desta maneira? Não, eu não negociaria (o Brexit) da maneira como vem sendo negociado … Eu teria tido uma atitude diferente”, disse Trump. “Eu diria que a União Europeia não é mais o que deveria ter sido”.

A Grã-Bretanha está se preparando para deixar o bloco de 28 países em março de 2019. As negociações acontecem em ritmo lento e o gabinete de May parece estar dividido sobre a melhor maneira de se separar da UE.

Na entrevista , Trump diz que espera visitar o Reino Unido, já que foi convidado para uma visita de Estado a ser hospedado pela Rainha Elizabeth II, e pede desculpas por ter reproduzido em seu Twitter vídeos de um grupo britânico de extrema direita, o que exacerbou tensões com May e queixas no Parlamento.

Ele também disse que o Príncipe Harry e a atriz americana Meghan Markle parecem um “casal adorável”, mas não sabe se foi convidado para o casamento marcado para 19 de maio no Castelo de Windsor. Trump não se incomodou quando foi lembrado de que Markle apoiou sua rival, a democrata Hillary Clinton, na eleição de 2016, e o descreveu como “desagregador”. “Bem, eu ainda espero que eles sejam felizes”, disse o presidente.

Trump afirmou que sua administração pode não se retirar do acordo climático de Paris de 2015, se forem fechados termos mais favoráveis aos Estados Unidos, em parte porque ele simpatiza com o presidente francês Emmanuel Macron, uma força motriz por trás da implementação do acordo.

“Se alguém dissesse: ‘Volte para o acordo de Paris’, teria que ser com termos completamente diferentes, porque tivemos um acordo horrível”, disse Trump. “Eu irei voltar? Sim, eu volto. Eu gosto de Emmanuel (Macron). Eu adoraria, mas tem que ser um bom negócio para os Estados Unidos”, acrescentou.

Trump acrescentou que o clima da Terra tem esfriado, ao invés de aquecer, e afirmou que as calotas de gelo não encolheram como previsto. Os cientistas, no entanto, relatam que a temperatura do planeta aumentou, exceto pelas variações climáticas normais do dia a dia.

A entrevista foi realizada na última quinta-feira durante a visita de Trump ao Fórum Econômico Mundial em Davos, na Suíça, e vai ao ar neste domingo na rede britânica ITV. Fonte: Associated Press.