Ex-guarda é surpreendido com colete

Um ex-guarda civil de Rio das Pedras de 34 anos foi flagrado anteontem, com um colete balístico da corporação após uma abordagem da Polícia Militar, na rua do Porto. Ele teria tentado escapar dos policiais que participavam da operação Direção Segura, mas acabou sendo alcançado. Questionado sobre o colete, ele teria informado que foi exonerado da Guarda Civil desde 2013 e que pretendia devolvê-lo. No entanto, negou ter furado o bloqueio policial. O suspeito foi encaminhado ao plantão policial, mas liberado após prestar depoimento ao delegado Emerson Marinaldo Gardenal. Ele vai responder por averiguação de peculato.
 
Os policiais militares estavam posicionados durante a operação no cruzamento das avenidas Alidor Pecorari com a Dr. Paulo de Moraes, quando o motorista de uma picape Strada com placas de Piraju teria tentado escapar da fiscalização, mas foi abordado. No banco do veículo, os policiais teriam encontrado o colete. Ele argumentou que desde a sua saída da corporação estava residindo em Piraju e que estava a caminho da sede da corporação para providenciar a entrega do colete.
 
O ex-patrulheiro também teria se negado a fazer o teste do bafômetro. O carro usado por ele foi apreendido administrativamente pelos policiais. O comandante daquela corporação, Thiago Trevisan, esteve no estabelecimento policial e afirmou que não tinha conhecimento que o colete balístico ainda estava sendo usado pelo ex-GC. O suspeito foi examinado por um médico legista, que atestou que o rapaz estava com os reflexos psicomotores preservados e não tinha elementos para comprovar que estivesse sob efeito de bebida alcoólica.