Exposição sobre a arte da luteria

São 14 imagens captadas pelas lentes da câmara de Rodrigo Alves, sob curadoria de Fabrice Desmonts. (Foto: Rodrigo Alves)

A Câmara de Vereadores de Piracicaba abre nesta sexta-feira (6), no hall do Salão Nobre Helly de Campos Melges, a exposição A Arte da Luteria, com 14 fotografias de autoria de Rodrigo Alves e sob curadoria de Fabrice Desmonts, servidores efetivos do Departamento de Comunicação. As visitas seguem até o dia 20.

As imagens foram captadas entre 18 e 22 de julho de 2016, na Escola de Música de Piracicaba Maestro Ernst Mahle (Empem), onde os luthiers de Chicago, Henrike Hahn e Mitsugu Gomikawa, ministraram oficina sobre a arte da luteria a alunos do Feimep (Festival Internacional de Música Erudita de Piracicaba).

Produzida pela equipe do Departamento de Documentação e Transparência, a exposição surgiu por sugestão da diretora do Departamento de Comunicação, Valéria Rodrigues, para marcar a reunião solene que a Câmara realizará no próximo dia 13, às 19h30, do vereador Aldisa Vieira Marques, o Paraná (CID) que homenageará os luthiers que atuam em Piracicaba: Antonio

Augusto Vechine, Beto Nalin, Waldir Belluco, Marcelo Correia Leite, Daniel Dobre e Jonas Delamuta.

Derivado do francês, o termo luthier, originalmente, é utilizado para definir o profissional especializado na construção e no reparo de instrumentos de cordas, porém, nos dias atuais, também define a atuação do profissional que conserta ou constrói instrumentos musicais, incluindo os de sopro. Nos dicionários ou produção textual sobre a área a palavra luteria é encontrada também como liuteria, luteraria, luherie, luhieria e luteiro, sendo que o termo tem raízes na palavra árabe al’ud, ou alaúde, em português.

Rodrigo Alves é jornalista formado pela Unimep, com pós-graduação em jornalismo contemporâneo pela mesma instituição, e está na Câmara desde 2011. Ele atuou como repórter e editor do Jornal de Piracicaba e desenvolve ações integradas de comunicação para eventos na área da cultura. Possui a fotografia como um hobby.

Fabrice Desmonts é repórter fotográfico da Câmara desde 1995 e atuou na área nos extintos jornais O Diário, A Província e O Liber, além da assessoria de imprensa da Prefeitura do Município de Piracicaba.

Da Redação