Fala de Rosa Weber é "fora de tom e de propósito", diz deputada eleita

Fala de Rosa Weber é "fora de tom e de propósito", diz deputada eleita
Fonte: Agência Brasil

A deputada federal eleita Joice Hasselmann (PSL-SP) afirmou hoje (10) que a presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Rosa Weber, fez um discurso “fora de tom e de propósito” em defesa dos direitos humanos durante a diplomação do presidente eleito, Jair Bolsonaro, e do vice-presidente, Hamilton Mourão.

A deputada eleita por São Paulo, Joice Hasselmann, chega ao gabinete do governo de transição no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) em Brasília.

A deputada federal eleita por São Paulo Joice Hasselmann – José Cruz/Arquivo/Agência Brasil

Nas redes sociais, Joice Hasselmann considerou o pronunciamento inadequado.

“Nosso presidente, agora diplomado, fez um discurso simples, de união e de agradecimentos. Já a ministra Rosa Weber nos submeteu a uma longa aula de direitos humanos fora de tom e de propósito. Desnecessário. Mas nada tirou o brilho do momento”, afirmou a deputa eleita.

Rosa Weber discursou após Bolsonaro e lembrou que são comemorados nesta segunda-feira (10) os 70 anos de aprovação da Declaração Universal dos Direitos Humanos pela Organização das Nações Unidas (ONU). Para a ministra, a declaração da ONU assegurou que todos devem ser tratados igualmente e que as minorias devem ser respeitadas.

“A democracia é também exercício constante de diálogo e de tolerância, de mútua compreensão das diferenças, sopesamento pacífico de ideias distintas, até mesmo antagônicas, sem que a vontade da maioria, cuja legitimidade não se contesta, busque suprimir ou abafar a opinião dos grupos minoritários, muito menos tolher ou comprometer os direitos constitucionalmente assegurados”, disse.

Fala de Rosa Weber é "fora de tom e de propósito", diz deputada eleita