Família reclama de demora do Hospital Regional na entrega de laudo médico

Familiares de paciente dizem aguardar laudo médico do Hospital Regional há dois meses (Foto: Amanda Vieira/JP)

A família de um paciente do Hospital Regional de Piracicaba reclama da demora da unidade hospitalar em fornecer um laudo médico com diagnóstico de câncer para continuidade do tratamento em outra instituição. Segundo os familiares, a espera chega a dois meses.

A empregada doméstica Andrea Caldana contou que o pai dela, Narciso de Bertinatti Caldana, 73 anos, foi internado no Hospital Regional em dezembro e saiu no dia 8 de janeiro com o diagnóstico de câncer. Ela disse que na alta médica informaram que ele não teria acompanhamento em casa. Preocupada com a situação do idoso, ela procurou o Hospital Ilumina de Prevenção e Diagnóstico Precoce do Câncer para dar continuidade ao tratamento.

“A médica do Ilumina pediu para levarmos o laudo com o diagnóstico da doença feito pelo Regional. Eu fui lá e fiz o pedido e eles me entregaram em CD, mas a médica me disse que não tem como abrir o CD e precisa do laudo em papel”, contou.

Andrea falou que voltou ao Hospital Regional e falou com a assistente social, que garantiu que seria dado prioridade ao fornecimento do documento. Acontece, segundo Andrea, que há dois meses ela tem recebido desculpas da instituição e até agora está sem ter acesso ao diagnóstico.

O Hospital Regional foi procurado nesta terça-feira (7) para comentar o assunto. Ontem, a assessoria de imprensa informou que o paciente em questão foi encaminhado via regulação de urgência. Durante internação na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) foi submetido a biopsia que apontou o diagnóstico de carcinoma.

No dia 28 de janeiro, segundo o hospital, estavam liberadas a cópia do prontuário e anatomopatológico, que foram retirados pela filha no dia 5 de fevereiro. “Na semana passada, a esposa e filha entraram em contato pedindo o laudo da tomografia e foi informado que seria laudado na quarta-feira, devido à especialidade médica em questão. Como quarta passada foi feriado, o laudo ficou disponível hoje (ontem)”, informou por nota.