Febraban e PF renovam acordo de combate à fraude eletrônica

A Polícia Federal e 14 bancos renovam acordo de cooperação técnica para combater crimes de fraudes bancárias eletrônicas em operações de cartão de débito, cartão de crédito, internet banking, call center e boletos.

O acordo foi assinado nesta segunda-feira, 26, entre os principais bancos do País, a Polícia Federal e a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), em São Paulo. Participaram da assinatura Murilo Portugal, presidente da Febraban, e Fernando Segovia, diretor-geral da Polícia Federal.

Conforme comunicado da Febraban, o novo acordo terá envolvimento direto dos bancos e permitirá compartilhar informações e tecnologias no combate aos crimes eletrônicos. O termo de cooperação prevê também desenvolvimento de estudos técnicos e profissionais, bem como a elaboração e produção de documentos de segurança para uso nas atividades de inteligência.

Os trabalhos terão início no próximo dia 13 de março na unidade de repressão dos crimes cibernéticos em Brasília.

Os bancos signatários são: Banco Agiplan, Banco do Brasil, BRB – Banco de Brasília, Basa – Banco da Amazonia, Banrisul, Banese, Banco Neon, Bradesco, Banco Inter, Banestes, Itaú Unibanco, Original, Santander e Sicredi.