Feijão reconhece erro e se desculpa após ‘confusão’

Jéfferson Feijão é titular absoluto no XV de Piracicaba (Foto: Elcio Fabretti) Jéfferson Feijão é titular absoluto no XV de Piracicaba (Foto: Elcio Fabretti)

Envolvido em uma confusão na madrugada do último domingo (24), quando foi preso após bater o carro em uma casa próxima ao estádio Barão da Serra Negra, o lateral-direito Jéfferson Feijão, do XV de Piracicaba, pediu desculpas pelo episódio. Em nota oficial divulgada pelo clube, o atleta reconheceu o erro e classificou a situação como ‘totalmente infeliz’. Segundo o Tribunal de Justiça do Estado (TJ -SP), Feijão apresentava sinais de embriaguez. O jogador estava com o carro (Land Rover Freelander) estacionado em uma rua no Centro, com a porta aberta, e iniciou uma fuga ao notar a aproximação de uma viatura da Polícia Militar (leia mais na página 6).

“Reconheço o meu erro e todas as consequências que um ato, totalmente infeliz, como esse pode acarretar. Peço desculpas a todos que, de alguma forma, foram prejudicados por isso. Farei o que for possível para reparar os transtornos causados. Com certeza, foi uma lição que aprendi e me empenharei ao máximo para, daqui para frente, representar o clube da melhor maneira possível”, afirmou Jéfferson Feijão, que passou por uma audiência de custódia e foi liberado após pagar fiança no valor de R$ 10 mil.

Ele sofreu escoriações e recebeu atendimento em uma unidade de saúde antes de ser encaminhado para a delegacia. “Houve uma conversa entre os membros responsáveis pelo futebol do clube (diretoria, departamento de futebol profissional e comissão técnica) e o atleta, que está ciente das consequências dos atos cometidos e o quanto isso pode prejudicar a imagem do XV e a própria carreira dele. Não deixamos de repreendê-lo diante da gravidade do ocorrido”, afirmou o presidente do clube, Arnaldo Bortoletto.

JOGO-TREINO

Após golear o Taubaté por 4×1 na última sexta-feira (22) e assumir a vice-liderança da Série A2, o elenco do XV de Piracicaba se reapresentou nesta segunda-feira (25) no Barão da Serra Negra. Os jogadores que não atuaram ou participaram do duelo contra o Burro da Central por menos de 45 minutos disputaram um jogo-treino contra o Desportivo Brasil no estádio municipal. A atividade foi dividida em dois tempos de 35 minutos e acabou empatada sem gols. O Alvinegro iniciou o amistoso com Fábio; David, Aírton Júnior, Marcel e Rubens Carvalho; Elias Ceará, André Cunha, Danilo Bueno e Cassio Gabriel; Bruninho e Luizinho.

Líder Esportes