Feira em São Paulo reúne profissionais de negócios sobre futebol

Feira em São Paulo reúne profissionais de negócios sobre futebol
Fonte: Agência Brasil

São Paulo recebe a primeira edição da Brasil Futebol Expo. A feira de negócios do esporte começou na última quarta-feira (4) e reúne profissionais que atuam em diferentes segmentos da modalidade, como técnicos, ex-jogadores, especialistas em direito e medicina esportiva e dirigentes brasileiros e do exterior.

Desenvolver a gestão do futebol no país é um dos objetivos do evento. Um estudo da empresa de consultoria Sports Value, divulgado em março, constatou que a Série A do Campeonato Brasileiro do ano passado arrecadou uma média de US$ 200 milhões (R$ 819 milhões, na cotação atual) em dia de jogo. Ao mesmo tempo, as dívidas das equipes da primeira divisão nacional, conforme relatório da BDO Brasil publicado em junho, subiram 8,7% de 2017 para 2018.

“Fora das quatro linhas, há muito o que podemos melhorar, corrigir, qualificar profissionais. Ter uma integração maior nos processos que envolvem o futebol. Então, é uma oportunidade para as pessoas se conhecerem e se aproximarem, criarem uma rede de contatos”, avaliou o ex-volante Mauro Silva, tetracampeão mundial pela seleção brasileira e vice-presidente da Federação Paulista de Futebol (FPF).

Ouça na Rádio Nacional

A feira é organizada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). São cerca de 200 palestrantes em 65 cursos, com mais de 10 mil inscritos. Há, também, plenárias com profissionais que apresentam experiências com metodologia de jogo e negócio, como a atual técnica da seleção feminina, a sueca Pia Sundhage, e o alemão Ralf Rangnick, diretor técnico global da Red Bull, empresa do ramo de energéticos que é proprietária de quatro times de futebol no mundo — um deles o Bragantino, atual líder da Série B.

O evento conta, ainda, com tendas de clubes e de federações estaduais, um museu virtual da seleção brasileira e um estande onde os visitantes podem testar o VAR (sigla que, traduzida do inglês, significa “árbitro assistente de vídeo”). A tecnologia estreou nesta temporada em jogos da Série A. Apesar de corrigir erros na marcação da arbitragem em campo, a demora em algumas tomadas de decisão tem irritado torcedores, atletas e técnicos.

“No primeiro dia do evento, foram mais de 200 pessoas interessadas em fazer os testes, sentir o que o árbitro sente. Um (visitante) simula o papel do árbitro de campo e dois fazem o papel do VAR, na cabine. A interação é rápida e tranquila. Não tem a pressão dos jogos, mas dá para entender a dificuldade. Recebemos dirigentes e torcedores de vários clubes e percebemos que eles saem do teste com opiniões diferentes das que tinham”, explicou Sérgio Correa, ex-presidente da comissão de arbitragem da CBF e um dos responsáveis pela implantação da tecnologia no Brasil.

A Brasil Futebol Expo segue até domingo (8) no centro de eventos Pro Magno, na Avenida Professor Ida Kold, 300, Casa Verde, em São Paulo. A entrada é R$ 15,00 (cursos e palestras são pagos à parte). Crianças até 12 anos e pessoas acima dos 65 anos não pagam a entrada.

Feira em São Paulo reúne profissionais de negócios sobre futebol