Fentepira e sua rica missão de levar a arte!

Com uma abertura em grande estilo, homenageando o grande Ariano Suassuna, vimos, semana passada, no palco do Teatro Erotídes de Campos, no Engenho Central, a abertura da 14ª edição do nosso Fentepira, Festival Nacional de Teatro de Piracicaba.

Este é um dos mais antigos festivais do município que teve seus primeiros esboços traçados em reuniões com atores e atrizes, já a partir de 2005. Eles pediam mais espaço, mais apoio, mais atenção, políticas públicas mais efetivas para seu desenvolvimento e maturação enquanto arte, técnica, formação profissional e formação de público. Assim, em 2006, estava criado o Fentepira, um evento que atendia às expectativas traçadas pelos grupos de artes cênicas. O próximo passo foi transformá-lo em lei para que não corresse o risco de ser deixado de lado, ao sabor de comandos futuros. Um ano depois, estava aprovada a lei municipal 6072, regulamentando o Festival.

O 14º Fentepira ocupará além do Teatro do Engenho, o Teatro do Sesi Piracicaba, a Casa do Povoador e o Parque do Engenho Central para reunir 10 espetáculos selecionados, entre os 184 inscritos, de grupos vindos dos Estados de Amazonas, Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro, além de três peças convidadas que completam a programação oficial.

De Piracicaba, se apresentarão “Peneiras Conta Negritude”, do ‘Coletivo Peneiras’ e “Cordel do Mistério de Caiatú”, da ‘Tragatralha Companhia de Teatro e “O Buraco do Muro”, do ‘Maracujá Laboratório de Artes’.

Ao final, temos uma rica somatória de espetáculos, todos de alto nível voltados para segmentos de público distintos e uma variedade de linguagens que estimula a criação artística, a inovação e a valorização da arte. A programação pode ser acessada no www.fentepira.com.br.

Outra marca do evento está no fato de não tratar-se de uma mostra competitiva, mas sim, de um espaço aberto para que novos formatos se apresentem, valorizando o fazer teatral. O processo de escolha dos espetáculos torna-o transparente e atrativo aos grupos de todo país e sua aceitação demonstra a força cultural de Piracicaba. Há, ainda, uma razão mais prosaica, mas que, certamente, é um incentivo para os pequenos grupos: cada selecionado recebe uma ajuda de custo, de acordo com a distância entre a sua cidade e a nossa. Nesta edição o investimento público está na casa dos R$110mil.

O Fentepira abriga também, desde 2014, a Mostra de Teatro Estudantil, da qual participam alunos de escolas municipais, estaduais e particulares, da cidade e região. O objetivo dessa junção é difundir e promover o teatro junto à comunidade estudantil, com espetáculos de autoria de grupos vindos dessas escolas.

O 14º Fentepira é uma realização da Prefeitura de Piracicaba, por meio da Secretaria Municipal da Ação Cultural e Turismo, com apoio cultural da Apite! (Associação Piracicabana de Teatro), Sesc, Sesi, Senac, ArcellorMittal e Encanto Produções e Eventos. A organização é da Ello Work Produções e Eventos, empresa vencedora da licitação.

Vida longa ao Festival Nacional de Teatro e que continue a sua trajetória em grande estilo, cumprindo o seu objetivo, de estimular a criação artística e a valorização da arte, sempre!