Festa oferece experiência de pisa da uva

O período de colheita da uva das videiras de São Roque (SP), cidade que fica cerca de 120 quilômetros de distância de Piracicaba, já chegou e a tradicional Festa da pisa da uva do Lagar da Quinta do Olivardo termina dia 3 de fevereiro, quando acontece das 10h30 às 16h30. A Festa teve início no dia 6 de janeiro, com a pisa da uva dos Miúdos, destinada exclusivamente às crianças. Tradicionalmente, janeiro é o mês em que as uvas terminam seu processo de amadurecimento e ficam prontas para ser colhidas. A pisa da uva do Lagar celebra a colheita e o início da produção de vinho. A pisa da uva é um dos processos mais antigos dessa produção, uma vez que os caroços da fruta não quebram quando a mesma é amassada com os pés, garantindo sabor à bebida.
 
Conforme o proprietário da casa, Olivardo Saqui, “o segredo dos melhores vinhos está nos calcanhares humanos que trazem corpo, sabor e longevidade à bebida”. A Quinta do Olivardo cultiva hoje mais de oito mil pés de uvas que ladeiam o restaurante. A produção anual é de, aproximadamente, 25 mil litros por ano.
 
A comemoração em São Roque reúne pessoas de diversas partes do país, que visitam a casa para participar da colheita dos frutos e da pisa. As principais variedades cultivadas nas terras são-roquenses são a Lorena e as Niágaras branca, rosada e violeta.
 
EXPERIÊNCIA – Logo na entrada do evento, os visitantes recebem um chapéu de palha, uma cesta de vime e uma tesoura e, assim como os antigos colonos, são convidados a percorrer os caminhos entre as videiras, para colher e provar os frutos. Ao final da colheita, os turistas partem para a atividade mais esperada do dia: a pisa. Os cestos recheados de frutos são despejados em um espaço conhecido como lagar e o público, em fila, é convidado para iniciar a pisa. Para deixar a experiência ainda mais envolvente, um rancho folclórico português anima a tarde, relembrando os principais clássicos que agitavam a pisa no século passado. É um festival de sensações e aromas.
 
Após a pisa, o público é convidado a degustar um almoço especial. Para a entrada são servidos bolinho de bacalhau e salada verde. Para o prato principal, a casa escolheu duas opções: a Espetada Madeirense e o Bacalhau à Moda da Casa. A Espetada Madeirense é preparada à base de suculentos pedaços fartos de contrafilé, temperados com alho, sal e especiarias, que é levado para assar em brasa. O diferencial da carne está no espeto, formado por um cabo de louro, que, ao aquecer, confere aroma e sabor à carne. O Bacalhau à Moda da Casa é grelhado na chapa e leva, além da posta do peixe, batata frita, brócolis, couve, ovo cozido, pimentão e azeitonas. Como sobremesa há o Pastel de Belém, cremoso por dentro e crocante por fora. 
 
Durante o almoço, o público pode, ainda, degustar suco de uva e vinho produzidos no local. Ao final do dia, cada participante recebe uma caneca personalizada do evento. Valor: R$ 220, incluindo o almoço. Crianças até 8 anos não pagam. Até 12 anos, pagam meia-entrada.
 
LOCALIZAÇÃO- A Adega e Restaurante Quinta do Olivardo está localizada no km 4 da Estrada do Vinho, em São Roque (SP), com acesso pelo km 58,5 da Rodovia Raposo Tavares (SP-270). As reservas de mesas têm validade até as 13h e podem ser feitas pelos telefones: (11) 4711-1100 e 4711-1923. Informações adicionais, fotos e vídeos estão disponíveis em www.quintadoolivardo.com.br.