Filho é preso após ameaçar pais de morte e agredir delegado

Um usuário de entorpecentes de 34 anos foi preso na madrugada de anteontem, após ser acusado de ameaçar de morte os próprios pais e agredir o delegado, enquanto estava no plantão policial. Segundo os familiares do suspeito, ele também faz tratamento para esquizofrenia. 
 
O acusado ficou agressivo enquanto estava na residência da família, no bairro Pompeia, por volta das 2h30 da madrugada. De acordo com os familiares do homem, ele teria usado droga e ameaçado de morte sua mãe usando uma faca. O pai do suspeito tentou defender a mulher, mas ela foi atingida com um soco no rosto. O suspeito foi colocado para fora de casa, mas ele passou a chutar o portão e danificou o carro dos pais.
 
As vítimas entraram em contato com a Polícia Militar e uma equipe foi deslocada ao local. O suspeito correu em direção a uma mata, mas foi abordado, após cair de um barranco. 
 
O suspeito foi encaminhado à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Piracicamirim, mas se recusou a passar por atendimento médico. Em seguida, foi levado pelos PMs até ao plantão policial. A mãe do rapaz decidiu representar criminalmente contra o filho. Enquanto era encaminhado à carceragem, o acusado desferiu socos que acertaram o delegado plantonista Ruy Luiz Ramires. Policiais civis o contiveram.
 
O suspeito vai responder pelas acusações de ameaça, lesão corporal consumada, resistência, desacato, desobediência, dano e violência doméstica.