Flagrantes por excesso de velocidade triplicam

A Polícia Militar Rodoviária flagrou 625 motoristas dirigindo acima do limite da velocidade permitido – número três vezes maior que o da ação realizada em 2017, com 198 ocorrências, além de registrar 35 multas por ultrapassagem em local proibido. Os registros são relativos ao policiamento durante a Operação Semana Santa feita nas rodovias de Piracicaba e região de quinta-feira (28) até a meia-noite de domingo, (1º de abril). De um modo geral, conforme explicou o comando da polícia rodoviária, por ser a de maior volume de veículos nas estradas ao longo do ano, o resultado foi “bom”. 
 
De acordo com a primeiro-tenente Larissa Fernanda Marcucci Sanches, responsável pela base de Piracicaba, a operação deste ano pode ser considerada positiva. “Ela foi boa porque intensificamos o patrulhamento e as fiscalizações e nós não tivemos tantos números expressivos ou resultados melhores na parte de fiscalização devido as chuvas que caíram ao longo do feriado na quinta, sábado e domingo. Por outro lado, conseguimos intensificar o patrulhamento para evitar acidentes e neste ano não tivemos novamente mortes no feriado decorrente de acidente de trânsito nas rodovias”, destacou.
 
Segundo o levantamento, o número de acidentes caiu de 12 para 11 este ano, no entanto, o de vítimas dobrou – de três para seis em 2018, sendo três leves e três graves -, sem registro de óbitos nestes anos comparados. Para explicar estes números, a tenente Larissa lembrou que o crescimento das multas por excesso de velocidade devem-se a qualidade das rodovias na região. “A maior parte das nossas rodovias foram duplicadas e, quando isso acontece, os motoristas tendem a aumentar a velocidade porque sentem a confiança de dirigir em uma rodovia com mais segurança, e que não irá acontecer nada. Muito pelo contrário, velocidade mata. A velocidade é uma preocupação que deve ser tomada por todos e, é por isso, que operamos os radares para tentar coibir este excesso de velocidade por parte dos condutores”, completou.
 
De acordo com o balanço da polícia, este ano foram fiscalizados 415 veículos, 53 documentos foram recolhidos por alguma irregularidade, 400 multas aplicadas, sendo 133 somente pelo não uso do cinto de segurança. Foram realizados 98 testes do bafômetro, com seis recusas para testes de alcoolemia, com um flagrante de direção perigosa sob efeito de álcool. “No modo geral foi bem positivo, as rodovias da região receberam um grande fluxo de veículos entre Piracicaba e São Pedro. O flagrante de alcoolemia foi em decorrência de um acidente em que a vítima-motorista foi socorrida e estava sob efeito de álcool. É importante lembrar que nós já estamos realizando as fiscalizações há bastante tempo e as divulgando na imprensa, o que ajuda bastante no sucesso das operações recentes e futuras”, afirmou tenente Larissa.