Flamengo enfrenta o Al-Hilal na primeira semifinal

Flamengo enfrentará o ex-time do “Mister” Jesus. (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)

Após conquistar os títulos do Campeonato Brasileiro e da Taça Libertadores da América, o Flamengo faz a sua estreia no Mundial de Clubes hoje, às 14h30, diante do Al-Hilal, da Arábia Saudita, no Estádio Internacional Khalifa, em Doha, no Catar. O confronto é válido pela semifinal da competição e será disputado em partida única, portanto o empate leva a prorrogação e a disputa de pênaltis, respectivamente.

Será o primeiro jogo oficial entre Flamengo e Al-Hilal, porém a partida será marcada por reencontros, já que será a primeira vez que Jorge Jesus, atual técnico do Flamengo, enfrentará a equipe saudita, seu último clube antes de dirigir o clube carioca. Na equipe de Ríade, o português dirigiu a equipe em apenas 24 partidas (entre 12 de agosto de 2018 e 27 de janeiro de 2019) e obteve 19 vitórias, quatro empates e apenas uma derrota, conquistando a Supertaça da Arábia Saudita.

O outro reencontro será do colombiano Gustavo Cuéllar, volante que defendeu o Rubro-Negro de 2016 até o meio deste ano, na qual atuou por 167 partidas e marcou dois gols no período. Cuéllar conquistou dois campeonatos cariocas (2016 e 2017) e participou da campanha dos títulos do Brasileirão e da Libertadores.

Campeão asiático, o Al-Hilal derrotou o Espérance de Tunis, da Tunísia, nas quartas de final, por 1 a 0, gol de Gomis. O vencedor enfrentará na decisão o vencedor do jogo entre Monterrey, do México e Liverpool, da Inglaterra, que jogam na quarta-feira (17), no mesmo horário e no mesmo estádio.

O jogo desta terça será o décimo entre equipes da América do Sul e da Ásia no Mundial de Clubes, com ampla vantagem dos sul-americanos, que venceram sete vezes, perderam uma e empataram a outra. Nas duas vezes em que equipes sauditas participaram da competição, elas enfrentaram e perderam para brasileiros. Em 2000, o Corinthians venceu o Al Nassr por 2 a 0 na fase de grupos, enquanto que em 2005, o São Paulo derrotou o Al-Ittihad por 3 a 2 na semifinal.

Mauro Adamoli

[email protected]