Formar sedia mostra de miniesculturas de papelão

formar Samuel D’Abronzo produziu obras que retratam samurais, aviões, entre outros objetos. (Divulgação)

Começa hoje e vai até 31 de agosto, no hall do Instituto Formar, a mostra de miniesculturas Tesoura, Papelão, Cola e Imaginação, composta por peças feitas com recortes de papelão, papel e palitos de dente e de churrasco, pintadas com tinta acrílica, feitas à mão por Samuel Davi D’Abronzo, 15, aprendiz do Formar. A visitação à exposição pode ser feita gratuitamente, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

D’Abronzo, que também é músico, diz-se feliz com a oportunidade de expor pela primeira vez o trabalho que faz. As miniaturas são de personagens, samurais, navios, aviões, tanques de guerra, bicicletas, motos e até instrumentos musicais. “Estou muito feliz e realizado por ver um trabalho que venho criando há dois anos sendo exposto”, falou, acrescentando que aprendeu tudo sozinho, sem a instrução de nenhum profissional da área. “Penso em alguma ideia, um personagem, e começo a desenvolver as peças. Desde pequeno gosto de inventar coisas e de trabalhos manuais”, disse.

Esta também é a primeira vez que o Instituto Formar sedia uma exposição de esculturas, conforme o coordenador de projetos culturais do local, Maurício Ribeiro. “O Samuel toca na banda do Instituto há dois anos e me chamou a atenção as características que ele revelou ao realizar esse trabalho. Ele produziu esculturas em uma escala fiel à matemática e teve um cuidado enorme de pesquisar cada objeto que criou. Para tudo ele fez uma pequisa completa. Além da criatividade sem tamanho, ele não ficou preso a nenhum segmento específico. Ele fez uma miscelânea de tudo o que ele gosta. Ele é um garoto muito talentoso e o Instituto Formar, já há alguns anos, abre espaço para expor o talento artístico e cultural dos aprendizes e alunos”, afirmou Ribeiro.

SERVIÇO — Exposição de miniesculturas Tesoura, Papelão, Cola, Imaginação, por Samuel D’Abronzo, no no hall do Instituto Formar (rua Gonçalves Dias, 721, Piracicamirim). Visitação: de hoje até 31 de agosto, das 8h às 17h. Entrada gratuita. Informações: (19) 3437-8888.

(Raquel Soares)