Funcionários do Detran arrecadam doações para o Natal

Doações podem ser feitas até dia 14 no Detran-SP (Crédito: Amanda Vieira/JP)

Funcionários do Detran-SP (Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo) criaram a campanha #Natal do Bem, para doação de brinquedos, roupas e alimentos não perecíveis a instituições de todo o Estado. Inspirados pela solidariedade natalina, os servidores estaduais se organizaram para proporcionar alegria aos atendidos pelas instituições que irão receber as doações. As doações podem ser feitas até sexta-feira (14), em todas as unidades do Estado. Para isso, foram disponibilizadas caixas, devidamente identificadas, onde podem ser depositados brinquedos e roupas (novos ou em excelente estado), alimentos não perecíveis ou doces com validade estendida.

A entrega dos materiais será feita até o Natal para instituições indicadas pelas superintendências regionais do Detran-SP. Os atendidos pela campanha do Detran-SP são casas de acolhimento, abrigos para crianças, adolescentes e idosos, instituições de ajuda humanitária, escolas para pessoas com algum tipo de deficiência, entre outras.

Além da campanha de Natal, o Detran-SP é parceiro do Governo de São Paulo na campanha de conscientização sobre direção responsável. Trata-se da campanha #FocaNaVida com ações promovidas pelo programa estadual Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, também em parceria com a Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo), em rodovias e cidades para combater comportamentos de risco como o uso indevido do celular. Essa campanha foi lançada do dia 28 de novembro, com o tema Verão é tudo de ON, fique OFF no trânsito: #FocaNaVida. A campanha envolve ações de mídia dentro de cidades, tendo como principal alvo os jovens de 18 a 34 anos, que representam um em cada três vítimas no trânsito, segundo dados do Movimento Paulista.

Segundo dados do Cesvi (Centro de Experimentação e Segurança Viária) Brasil, acessar redes sociais no celular a 100 km/h equivale a dirigir por mais de 100 metros de olhos vendados, mais do que suficiente para provocar um acidente grave.“É fácil se distrair com o celular. Tanto motoristas quanto pedestres devem manter a atenção no trânsito. Esta é a melhor forma de se evitar acidentes”, afirma o diretor-presidente do Detran.SP, Maxwell Vieira.

PIRACICABA

O número de mortes no trânsito de Piracicaba caiu 38% nos dez meses deste ano em relação ao mesmo período em 2017. Foram 56 óbitos entre janeiro e outubro do ano passado ante 35 em 2018. Os números totais compreendem as ocorrências registradas em vias urbanas, em trechos de rodovias que ficam dentro do território do município, além de outras mortes no trânsito, sem identificação exata do local. Os dados são do Infosiga (Movimento Paulista para Segurança no Trânsito), iniciativa do governo do Estado. Apesar da redução, o número de acidentes envolvendo motocicletas preocupa. Neste ano, segundo o secretário de Trânsito e Transportes, Jorge Akira, foram cinco mortes envolvendo motos. A Semuttran vai intensificar o trabalho juntos aos motociclistas a partir das próximas campanhas.

(Eliana Teixeira)