Furtos de veículos têm queda de 29,4% até outubro

veículos Estatísticas foram divulgadas pela Secretaria de Segurança Pública. ( Foto: Claudinho Coradini/JP)

Os crimes contra o patrimônio continuam em queda, de acordo com as estatísticas divulgadas ontem pela SSP (Secretaria de Estado de Segurança Pública). O destaque ficou por conta do furto de veículo que teve queda de 29,4% nos primeiros dez meses do ano. Foram registrados 843 casos em 2018, ante 1.194 ocorrências no mesmo período do ano anterior. Roubo a veículo também teve decréscimo de 11,7% com 233 registros, ante 264, em 2017. Roubos, classificados como outros, tiveram 875 ocorrências neste ano e 1.092 no mesmo período do ano passado. Somente furtos (outros) apresentaram aumento de 5%, com 3.181 casos, ante 3.370 no ano anterior. Apresentaram também acréscimo os casos de homicídio doloso (com intenção) de 14 para 18, o que representou aumento de 15%.

O tenente-coronel Willians de Cerqueira Leite, comandante do 10º BPMI (Batalhão da Polícia Militar do Interior) informou que sempre foca na redução dos homicídios dolosos, roubos e furtos de veículos e roubos em geral. “É importante destacar a interação com as demais instituições como a Guarda Civil, Polícia Civil, Polícia Federal, Ministério Público, Poder Executivo e Poder Legislativo”, afirmou o comandante.

Segundo Cerqueira, ele tem estimulado os moradores a aderirem ao projeto de Vizinhança Solidária e até mesmo se comunicarem por intermédio de grupos de WhatsApp para aumentarem a segurança, no sentido de que cada cidadão se torne o “olho” da polícia. Ele sugeriu ainda que os moradores participem periodicamente das reuniões do Conseg (Conselho Municipal de Segurança) e audiências públicas.

OPERAÇÕES — A Polícia Militar já está organizando as operações que serão realizadas em breve na região, em decorrência do aumento do fluxo de pessoas, principalmente na área central, por conta do recebimento do 13º salário e, consequentemente, às compras de fim de ano. “Iremos reforçar a segurança centralizada nas áreas comerciais”, completou Cerqueira.
O comandante orientou ainda, que a população pode colaborar denunciando crimes pelo disque-denúncia, por meio do telefone 181, e para os casos de emergência deve-se utilizar o 190 da Polícia Militar.

(Cristiani Azanha)