Garoto de 13 anos escreve carta para policiais militares baleados em roubo

Gabriel ser policial e atuar na Rocam (arquivo pessoal)

Um garoto de 13 anos, que reside em Rio das Pedras, escreveu uma carta desejando a recuperação dos dois policiais baleados após evitarem um roubo a residência, na cidade na última terça-feira (30). Como não pode visitar os policiais, ele conseguiu por meio de uma carta desejar a recuperação dos policiais e segundo ele, “mandar energias positivas”.

Um dos policiais foi atingido com um tiro na perna, mas já teve alta médica. O outro policial continua internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) da Santa Casa, mas seu estado de saúde é estável.

“Fiquei muito triste quando soube que os policiais que trabalham na minha cidade foram baleados. Quis muito visitá-los, mas como não pude, escrevi uma carta e pedi para que minha mãe entregasse no Pelotão da PM de Rio das Pedras”, disse Gabriel André Soave.

A mãe do adolescente Nilva André Soave disse que seu filho é um apaixonado pela Polícia Militar e sonha um dia fazer parte da Rocam (Ronda Ostensiva Com Apoio de Motocicletas).

“Já levei meu filho visitar o CPI-9 (Comando de Policiamento do Interior), o Pelotão aqui da cidade. Ele fica muito feliz quando conversa com os policiais e eu embarco nesse sonho com ele”, afirmou Nilva.

Gabriel cita em um trecho da carta que os “policiais fiquem bem e que possam voltar a patrulharem a cidade e que Deus os protejam de todo o mal”. A mãe do adolescente aproveitou seu horário do almoço do trabalho para entregar carta do filho no Pelotão de Rio das Pedras.

Carta foi entregue no Pelotão de Rio das Pedras (arquivo pessoal)

O CASO

Na terça-feira (30), dois policiais faziam patrulhamento no bairro Santa Maria, em Rio das Pedras, quando desconfiaram de uma casa que estava com o portão aberto. Assim que entraram no imóvel localizaram um acusado de roubo que já tinha rendido mãe e filha. A mulher foi usada como escudo humano, durante o confronto. Além dos PMs, a mulher foi atingida de raspão no rosto e o suspeito baleado no pescoço. O acusado também está internado na Santa Casa.

Cristiani Azanha

[email protected]