GC descobre bingo no Bairro Alto

Local onde funcionava o bingo clandestino

A Guarda Civil descobriu um bingo clandestino em um galpão, no Bairro Alto, na tarde de quinta-feira (31). Trinta pessoas entre apostadores e responsáveis foram surpreendidos no interior do imóvel. Os agentes do Grupamento Ciclístico encontraram monitores de TV ligados nas paredes em vários pontos, mesas com pessoas jogando e grandes quantidades de cartela de bingo.

O inspetor Canova, que estava na coordenação da ocorrência, disse que a corporação recebeu uma denúncia que apontava sobre um imóvel que seria usado para a jogatina. “Chegou uma denúncia no setor operacional da Guarda Civil e organizamos várias equipes para checar o assunto”, afirmou Canova.

Segundo ele, o galpão fica na rua Dom Pedro. “Assim que chegamos ao endereço informado encontramos dezenas de pessoas fazendo apostas. Em sua maioria mulheres de meia idade e senhoras.

No interior do bingo, os GCs encontraram também uma quantia em dinheiro, além de microfones. Os guardas-civis ficaram no local até o término da perícia realizada pelo IC (Instituto de Criminalística).

Três testemunhas e o gerente do bingo prestaram esclarecimentos na UPJ (Unidade de Polícia Judiciária) e depois foram liberados”, afirmou Canova.

DISE

Durante outra ocorrência, policiais civis da Dise (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes) foram apreendidas 21 caixas e mais 40 maços de cigarros, possivelmente contrabandeados do Paraguai que estavam sendo vendidos em três bares da Comunidade da Portelinha. Os policiais civis fizeram as abordagens nos três estabelecimentos simultaneamente e localizaram os pacotes de cigarro, além de duas máquinas de caça-níqueis. Os responsáveis dos estabelecimentos responderão por contrabando e jogos de azar.

(Cristiani Azanha)