Gerente de vendas capota carro e morre carbonizado na Laércio Corte

Bombeiros controlaram o fogo (Divulgação)

Um gerente de vendas de 54 anos capotou o veículo no quilômetro 139 mais 700 metros da rodovia Laércio Corte (SP-147), próximo ao CDP (Centro de Detenção Provisória) Nelson Furlan. A vítima ficou presa nas ferragens e morre carbonizada, na noite de quarta-feira (28).

O capotamento ocorreu às 19h10 de quarta-feira. A Polícia Militar informou que possivelmente, a vítima seguida em seu veículo Fiat Siena, quando perdeu o controle e bateu em um barranco às margens da rodovia, após fazer uma curva. Ele capotou seguidas vezes. O carro parou somente no canteiro da rodovia. Algumas pessoas teriam parado para tentar socorrer a vítima que estava desacordada no interior do veículo, mas não conseguiram abrir a porta e em seguida tiveram que se afastar, pois o veículo pegou fogo.

Segundo o boletim de ocorrência, quando os policiais chegaram o carro estava totalmente queimado e o corpo da vítima estava carbonizado no interior do carro.

A Polícia Militar isolou o local até a chegada dos Bombeiros que controlaram o fogo. Os peritos do IC (Instituto de Criminalística) também foram acionados para realizarem o levantamento sobre as circunstâncias do ocorrido. Após os trabalhos, o corpo da vítima foi retirado pelos agentes da Funerária do Grupo Unidas. Os policiais entregaram alguns documentos do gerente ao cunhado dele que esteve no local.

A concessionária Arteris Intervias informou em nota, que o local passou por obras durante o dia, mas não havia condições adversas que pudessem contribuir para o acidente.

O caso foi registrado no plantão da Polícia Civil como homicídio culposo na direção de veículo automotor pelo delegado plantonista Alex Willians Adami. A apuração sobre o ocorrido será apurada pelos policiais civis do 4º Distrito Policial.

 

Cristiani Azanha

[email protected]