Grávida de 4 meses é presa por furto na área central

Furtos ocorreram em 4 estabelecimentos. (Divulgação/GC)

Uma mulher de 36 anos, grávida de quatro meses, foi presa na noite desta sexta-feira (7), após ser acusada de furtar quatro estabelecimentos, no Centro da cidade. Ela foi abordada pelo Grupamento Ciclístico da Guarda Municipal e teria sido surpreendida com aproximadamente R$ 1.400 em produtos como xampus, condicionadores, caixas de lápis de cor, garfos, facas, canecas, canetas, lapiseiras e termômetro.

O subinspetor Canova disse que a corporação foi avisada por um gerente de uma farmácia, que teria desconfiado de uma mulher que entrou no estabelecimento para cometer algum furto.

“Ele nos passou as características da suspeita e passamos a intensificar o patrulhamento na área central. A mulher foi avistada no interior de uma loja, na rua Benjamin Constant. Ela tentou se esquivar da equipe, mas foi abordada”, comentou o subinspetor.

Segundo ele, os guardas constataram que a mulher não chegou a furtar nada da farmácia, no entanto, após abrirem a sua mochila, encontraram mercadorias, que teriam sido furtadas de outros quatro estabelecimentos na área central.

“A GCMF Viviane confirmou que a mulher já tinha sido presa anteriormente pela equipe após cometer outros furtos na cidade”, completou o subinspetor.

A acusada foi encaminhada ao plantão policial, onde os guardas confirmaram que ela já tinha mandado de prisão preventiva decretada pela justiça por envolvimento em furto.

A mulher já tinha sido beneficiada pelo regime aberto, e deveria comparecer periodicamente no Fórum para “assinar a carteira”, mas ela deixou de comparecer e acabou tendo a prisão decretada pela Justiça.

Cristiani Azanha