Grupo faz show em homenagem a Clara Nunes no Espaço Multiverso

O projeto Deixa Clarear faz tributo a cantora que marcou gerações com o melhor do samba e MPB. (Foto: Clara Belchior)

Na semana do Dia Nacional do Samba (2 de dezembro), o Espaço Multiverso apresenta, hoje, às 20h, show que homenageia a cantora Clara Nunes, uma das maiores vozes brasileiras do samba e MPB. Os ingressos custam R$ 20.

O show chamado “Deixa Clarear – Clareô!” é feito pelo projeto Clarear que toca clássicos do samba e MPB. “O projeto apresenta uma releitura da obra de Clara Nunes, resgata canções de grandes compositores da música popular brasileira e interpretadas pela artista ao longo de sua carreira”, disse a cantora Elaine Siqueira, ao lembrar da importância de resgatar as raízes afro-brasileiras. “Clara cantou a beleza da cultura popular e também expressou o sofrimento do povo que tem os Orixás como adoração, isso em um período de repressão”, enfatiza.

Além de Elaine, o grupo musical também é composto por Emílio Moreira, no violão 7 cordas; Élcio Póvoa na bateria; Keila Yonashiro na percussão e Tiago Veltrone no cavaquinho.

CLARA NUNES

A cantora mineira Clara Francisca Gonçalves Pinheiro, mais conhecida como Clara Nunes, foi cantora compositora e pesquisadora de músicas brasileiras e também ainda hoje é conhecida como uma das maiores interpretes do país.

Clara nasceu na cidade de Paraopeba, em 1942, em família humilde e ficou órfã aos 6 anos. Somente aos 18 anos que Clara pode realmente mostrar seu talento quando conheceu diversos artistas e o produtor musical Cid Carvalho que sugeriu seu nome artístico – Clara Nunes, sobrenome de solteira de sua mãe – e a ajudou no início de carreira.

Não demorou para Clara ter sucesso. Após cantar no programa de Hebe Camargo (Record), ganhou prêmios, lançou discos e viajou o mundo.

Clara Nunes faleceu 2 de abril de 1983, aos 40 anos, devido a complicações em uma cirurgia de varizes.

Larissa Anunciato

[email protected]