Hamilton desbanca concorrentes na Austrália e larga na frente na 1ª prova do ano

A temporada 2018 da Fórmula 1 começou como terminou a do ano passado: com Lewis Hamilton na frente. Atual campeão da categoria, o inglês da Mercedes deixou para trás os concorrentes e cravou a pole position da primeira etapa do calendário neste sábado, ao terminar na frente o treino classificatório para o GP da Austrália, em Melbourne.

Quem esperava um maior equilíbrio neste ano por causa dos resultados dos testes da pré-temporada, tendo em vista que a Mercedes venceu as últimas quatro temporadas, se decepcionou com o desempenho de Hamilton. O inglês arrancou no Q3 e terminou na frente ao marcar 1min21s164.

Esta foi a quinta vez seguida que Hamilton cravou a pole em Melbourne, sendo a sétima no geral, ultrapassando Ayrton Senna e estabelecendo um novo recorde para a prova. Com a volta que lhe rendeu a ponta, o inglês também quebrou a marca de melhor volta já registrada no circuito.

Como em 2017, Hamilton deixou para trás a Ferrari. Desta vez, no entanto, quem apareceu logo atrás do inglês foi o finlandês Kimi Raikkonen, que registrou a marca de 1min21s828. Vice-campeão no ano passado e companheiro de Raikkonen, Sebastian Vettel largará em terceiro, após cravar 1min21s838.

Completando as cinco primeiras posições no treino, apareceram as Red Bulls. O holandês Max Verstappen terminou em quarto, com 1min21s879, seguido pelo companheiro Daniel Ricciardo, com 1min22s152. O australiano, no entanto, foi punido com a perda de três posições por superar o limite de velocidade no último treino livre, quando a atividade tinha bandeira vermelha, e largará em oitavo.

Melhor para Kevin Magnussen, da Haas, que conseguiu sua melhor colocação no grid na Fórmula 1 e sairá em quinto, após marcar 1min23s187. Completando os seis primeiros, aparece seu companheiro, o francês Romain Grosjean, que cravou 1min23s339.

Apesar da pole de Hamilton, o dia não foi perfeito para a Mercedes, que viu Valtteri Bottas ficar com a décima colocação após sofrer um acidente no Q3. O finlandês perdeu o controle do carro na curva 2, saiu da pista e se chocou fortemente contra o muro. Mesmo com a violência da batida, ele deixou o carro caminhando.

A nova temporada da Fórmula 1 conhecerá seu primeiro vencedor no domingo. O GP da Austrália será disputado às 2h10 (horário de Brasília).

Confira o grid de largada do GP do Brasil:

1.º – Lewis Hamilton (ING/Mercedes), 1min21s164
2.º – Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari), 1min21s828
3.º – Sebastian Vettel (ALE/Ferrari), 1min21s838
4.º – Max Verstappen (HOL/Red Bull), 1min21s879
5.º – Kevin Magnussen (DIN/Haas), 1min23s187
6.º – Romain Grosjean (FRA/Haas), 1min23s339
7.º – Nico Hulkenberg (ALE/Renault), 1min23s532
8.º – Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull), 1min22s152*
9.º – Carlos Sainz (ESP/Renault), 1min23s577
10.º – Valtteri Bottas (FIN/Mercedes), sem tempo
11.º – Fernando Alonso (ESP/McLaren), 1min23s692
12.º – Stoffel Vandoorne (BEL/McLaren), 1min23s853
13.º – Sérgio Pérez (MEX/Force India), 1min24s005
14.º – Lance Stroll (CAN/Williams), 1min24s230
15.º – Esteban Ocon (FRA/Force India), 1min24s786
16.º – Brendon Hartley (NZL/Toro Rosso), 1min24s532
17.º – Marcus Ericsson (SUE/Sauber), 1min24s556
18.º – Charle Leclerc (MON/Sauber), 1min24s636
19.º – Sergey Sirotkin (RUS/Williams), 1min24s922
20.º – Pierre Gasly (FRA/Toro Rosso), 1min25s295

* Punido com perda de três posições no grid