Homem é preso após esfaquear ex-esposa com canivete 

Casos foram registrados na DDM. (Claudinho Coradini/JP)

Um supervisor de 50 anos foi preso no início da tarde desta terça-feira (28), após ser acusado de esfaquear a esposa de 38 anos com um canivete. A vítima mesmo ferida esteve na base da Inspetoria da Guarda Civil para pedir ajuda, pois tinha sido atingida na cabeça. O acusado foi preso minutos depois, na própria residência, na Vila Cristina. O homem foi levado à DDM (Delegacia de Defesa da Mulher), onde foi autuado em flagrante sob acusação de lesão corporal.

A vítima informou à Guarda, que seu marido é usuário de entorpecente e que teria passado a noite consumindo drogas. Por volta das 12h30, a mulher terminava de preparar o almoço para os filhos, quando ele teria ficado alterado e jogou a panela com feijão em direção à vítima. Depois teria atingido-a com um canivete.

A GC esteve na residência do casal, onde o supervisor foi localizado. Após prestar depoimento foi encaminhado à carceragem até ser apresentado à audiência de custódia.

Ainda em Piracicaba, uma autônoma de 27 anos também foi agredida com tijolada pelo companheiro, após uma discussão, na casa da família, no Jardim Planalto, por volta das 13h desta terça-feira (28).

A vítima deu entrada na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Frei Sigrist, na Vila Cristina e a alegou que tinha sido agredida pelo ex-marido com socos em seu rosto e atingida com um pedaço de tijolo em seu braço.

Ela já tem uma medida protetiva decretada pela Justiça que determina que o agressor deve respeitar a distância mínima de 200 metros, mas acabou retornando para a casa com a desculpa de ver a filha do casal. O agressor não foi localizado pela Guarda Civil.

 

Cristiani Azanha