Homem é preso após ser acusado de passar a madrugada agredindo a esposa

Caso foi registrado na DDM. (Claudinho Coradini/JP)

Um pedreiro de 54 anos foi preso nesta sexta-feira (28) após ser acusado de passar a madrugada agredindo a esposa com socos. Somente depois que o agressor, que estaria embriagado, conseguiu dormir a vítima conseguiu chamar a Guarda Civil. O suspeito foi preso em seu trabalho pela Guarda Civil. Ele foi levado à DDM (Delegacia de Defesa da Mulher), onde foi autuado em flagrante sob acusações de lesão corporal e violência doméstica. A vítima continua internada com suspeita de fratura no rosto. As agressões teriam ocorrido na residência do casal, no Parque Piracicaba.

De acordo com a Guarda, às 8h14 da sexta, os guardas foram acionados para comparecerem na UPA (Unidade de Pronto Atendimento), onde uma mulher de 50 anos deu entrada com o rosto machucado, com hematomas nos olhos e no pescoço. Ela teria informado aos agentes que havia sido agredida pelo seu companheiro que chegou a sua residência na madrugada embriagado e a espancou-a e manteve-a presa em casa. Somente depois que o agressor fugiu, conseguiu fugir e conseguiu ajuda para chegar até a UPA. Diante da gravidade das lesões causadas à vítima, ela foi transferida ao Hospital Fornecedores de Cana. Ela tinha hematomas em várias partes do corpo e com suspeita de fratura no rosto.

O suspeito foi localizado pelos Guardas em seu trabalho. Questionado sobre as agressões, ele negou e teria afirmado que sua amásia havia feito aquilo apenas para incriminá-lo.

O homem foi conduzido à DDM, onde prestou depoimento, antes de ser encaminhado à carceragem anexa ao 1º Distrito Policial, onde ficou até ser apresentado à audiência de custódia.

A vítima não teve condições de comparecer à delegacia para prestar depoimento, pois permaneceu internada, sem previsão de alta. Assim que possível, a mulher também deverá passar por exame de corpo de delito no IML (Instituto Médico Legal).

 

Cristiani Azanha