Homem morre em queda de árvore na avenida Beira Rio

vento Veículo ficou totalmente destruído pela árvore. ( Foto: Claudinho Coradini/JP)

Um homem morreu ao ter o carro atingido por uma árvore no estacionamento do hotel Beira Rio, ontem à tarde em Piracicaba. O rapaz de 27 anos era palestrante e estava na cidade para um evento que ocorreria ontem à noite no estabelecimento. Por volta das 17h, a cidade foi atingida por rajadas de ventos que tiveram picos de 79 quilômetros por hora, de acordo com Defesa Civil. Além da árvore, três postes de iluminação pública foram derrubados na rua Luiz de Queiroz, onde o hotel está localizado. O órgão registrou também outras quedas de árvores e de dois postes, mas nenhuma das ocorrências deixou vítimas. No Varejão da Paulista, seis tendas foram derrubadas pelo vento.enquanto ocorria a feira livre no local e deixou três feridos leves.

A assessoria jurídica do hotel Beira Rio informou que Alan Demetrio Sales de Lima Dias, 27 anos, chegou em companhia de um amigo pouco antes das 17h. Eles estavam na recepção quando começou a ventar e o rapaz decidiu tirar o carro – que era alugado – da vaga sob a árvore. Ao entrar no veículo e dar a partida houve a queda da árvore que deixou o automóvel totalmente destruído. Equipes do Corpo de Bombeiros, PM (Polícia MIlitar) e Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foram acionadas e constataram a morte do palestrante. Com a queda da árvores, três postes de energia foram derrubados sendo necessário acionar a CPFL (Companhia Paulista de Força e Luz). Até o início da noite de ontem, a região estava sem energia elétrica.
O tenente Bernardo, do Corpo de Bombeiros, disse que foram 30 minutos para serrar as ferragens e retirar o corpo do carro. A Polícia Técnica fez a perícia no local e o corpo levado para o IML (Instituto Médico Legal). A assessoria jurídica do hotel entrou em contato com os pais da vítima em Votuporanga, onde a família mora. Os advogados do hotel disseram que prestariam toda assistência à família e classificaram o acidente com uma fatalidade.

RAJADAS — O coordenador da Defesa Civil de Piracicaba, Odair de Melo, disse que os ventos chegaram a 79 quilômetros por hora. Ele contou que as árvores que caíram em ruas e avenidas foram retiradas ontem pelas equipes da Defesa e da Sedema (Secretaria Municipal de Meio Ambiente). “Retiramos o material para liberar o tráfego de veículos”, explicou Melo acrescentando que a árvore do estacionamento do hotel será retirada hoje devido o tamanho.

O comerciante Adriano Pagotto Dilho contou que teve sua barraca de açaí instalada no Varejão da Paulista totalmente destruída pelos ventos.

(Beto Silva )