Homem tenta roubar celular e é baleado por policial de folga

Caso foi apresentado no plantão policial

Cristiani Azanha


Um desempregado de 32 anos foi baleado na perna por um policial militar de folga, após tentar roubar um celular de uma mulher, no bairro Pauliceia, na noite de sábado (16). Após ser socorrido pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) até a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) “Frei Sigrist”, na Vila Cristina, onde passou por atendimento e depois levado ao plantão policial. Ele vai responder pelas acusações de tentativa de roubo.
Por volta das 19h30, o desempregado teria tentado roubar o celular de uma mulher de 25 anos, que estava na avenida Doná Jane Conceição. Um policial militar (de folga) que estava nas imediações tentou impedir o assalto, mas o suspeito teria atirado em direção do policial, que revidou.
O suspeito foi baleado na perna e o PM não foi atingido. O acusado foi levado até a UPA, onde passou por atendimento médico e após receber alta foi levado ao plantão policial.
Uma equipe da Polícia Militar foi acionada para atender a ocorrência e acabaram localizando um revólver que teria sido usado pelo agressor, que teria sido jogada no telhado de uma residência. A arma tinha três munições intactas e outra deflagrada.
O celular roubado foi devolvido à vítima.
O revólver, as munições, bem como a arma do policial militar foram apreendidos e serão encaminhados ao IC (Instituto de Criminalística) para análise.
O delegado plantonista Mário Bortoleto Torina pediu na Justiça para que a prisão em flagrante do suspeito fosse convertida em prisão preventiva, pois enfatizou que o suspeito coloca em risco a ordem pública e considerou que foi constatado indícios suficientes de autoria do acusado na tentativa de roubo.