Idosa e filhas são agredidas por vizinho

Uma aposentada de 71 anos e as filhas de 49 e 26 anos foram agredidas pelo vizinho violento na noite de anteontem. As vítimas estiveram no plantão policial para fazer a denúncia contra o agressor que teria tentado apropriar-se de um imóvel da idosa, no bairro Algodoal. O suspeito foi identificado pela polícia, mas até a tarde de ontem não havia sido localizado para apresentar sua versão sobre o ocorrido.
 
A discussão entre eles teria ocorrido por volta das 19h30. As filhas e aposentada estiveram na propriedade, quando o acusado teria partido para cima das mulheres com socos. Elas informaram que já tinham registrado um boletim de ocorrência contra o agressor, após ele ter tentado invadir o imóvel.
 
O delegado Eder Muniz de Farias decidiu que as vítimas passassem por exame de corpo de delito no IML (Instituto Médico Legal). O caso será apurado posteriormente pelos policiais do 4º Distrito Policial.
 
 
OUTRO CASO
 
Uma autônoma de 31 anos procurou a Polícia Civil para denunciar uma ameaça de morte que sofreu do ex-companheiro. Eles estão separados há quatro meses, mas o homem não aceita o final do relacionamento. Por volta das 20h de anteontem, o acusado encontrou com a enteada de 15 anos, na Vila Sônia. O suspeito teria dado um soco na adolescente e chegou a rasgar a blusa dela, após ela se negar a fornecer o endereço da mãe. O agressor teria arrancado o celular das mãos da menor e afirmou que a ex-mulher deveria ir buscá-lo e depois foi embora. Antes de sair, o suspeito teria afirmado que se encontrasse a ex iria matá-la. O acusado ainda não foi localizado pela polícia.