Ikebana, a celebração da vida em arte floral

Ikebana, a celebração da vida em arte floral
Fonte: Agência Brasil

Arranjos florais que reúnem beleza, equilíbrio e filosofia. O ciclo da vida pode ser observado numa planta que nasce, cresce, dá flores, sementes e frutos ao longo das estações do ano. A síntese deste movimento é a proposta da Exposição “Ikebana- Expressão e Forma”, que comemora os 110 anos da imigração japonesa no Brasil, e estará aberta ao público de amanhã (21) a domingo (23), na capital federal.

Serão expostos 50 arranjos originais, todos produzidos pelos integrantes do Clube de Ikebana de Brasília, criado desde 1994 a partir das orientações da professora Zilá da Costa Raymundo. O grupo segue o estilo Sogetsu, considerado a linha mais moderna da arte floral japonesa. A Escola Sogetsu  afirma que, apesar de exigirem técnica e composição apuradas, os arranjos florais podem ser criados por “qualquer um, em todo lugar e com qualquer material”.
 

A arte da vida em forma de flores, é a ikebana, exposição que marca o centenário da imigração japonesa no Brasil, em Brasília.

A arte da vida em forma de flores é a ikebana, exposição que comemora o centenário da imigração japonesa no Brasil, em Brasília. – Divulgação

A professora Zilá Raymundo define ikebana  como um tipo de escultura viva: “O objetivo desta exposição é apreciar a beleza da flora brasileira, que ganha destaque ainda maior com a técnica da Ikebana”, explica.

Origem

Arte milenar do Japão, que nasceu das oferendas de flores em altares budistas, a arte floral passou por  transformações e influências e  tem hoje como desafio preservar a natureza no século XXI. A arte se propõe a desenvolver o senso de beleza e harmonia na vida cotidiana. De acordo com os praticantes, aqueles que fazem ikebana aperfeiçoam o senso estético e o respeito à natureza e compreendem a efemeridade que rege a vida – resumida na beleza pouco duradoura de uma flor. Os ikebanistas cultuam a vivência do chamado ka-do ( O caminho das Flores).
 

A arte da vida em forma de flores, é a ikebana, exposição que marca o centenário da imigração japonesa no Brasil, em Brasília.

Exposição de ikebana em Brasília – Divulgação

Escolas

A arte da ikebana é ensinada em escolas que se espalharam pelo mundo – a Rainha Elizabeth II e a princesa Diana, por exemplo,  frequentaram aulas. No Brasil, há 14 escolas filiadas à Associação de Ikebana do Brasil.

Atualmente o Sogetsu em Brasília reúne 60 ikebanistas. Do grupo, 22 são reconhecidos como professores pela “Sogetsu Teachers Association”, com sede em Tóquio, no Japão.

Serviço:

Exposição: Ikebana – Expressão e Forma

Local: Shopping Casa Park

Datas: 20 (abertura para expositores) e demais dias 21, 22 e 23 (para visitação gratuita)

Horário: das 10h às 22h (sexta-feira e sábado) e das 12h às 20h (domingo)

Ikebana, a celebração da vida em arte floral